The epoch times, JOSHUA PHILIPP , 20 de fevereiro traz importante denúncia sobre a vigilância, controle e assédio que o Partido Comunista Chinês faz aos chineses residentes em Nova York.

“NOVA IORQUE – Imigrantes chineses nos Estados Unidos não podem viver vidas pacíficas”.

“Os agentes do Partido Comunista Chinês (PCC) mantêm um olhar atento sobre os bairros étnicos, assediam ativamente e pressionam qualquer um que ouse sair da linha da política do PCC – mesmo em solo americano.

“Essas operações são realizadas em grande escala por agentes do PCC que vivem no exterior, sob o Departamento de Frente Unida do regime. A agência trabalha através de consulados chineses, que, por sua vez, recrutam e operam através de organizações locais e fraternas no exterior, conhecidas como Tongs, que muitas vezes têm milhares ou dezenas de milhares de membros.

Comenta a notícia que os imigrantes chineses moram especialmente no Queens, um dos Distritos de NY.

“Durante o desfile anual do Ano Novo Lunar em Flushing, em 9 de fevereiro, mais de 100 grandes bandeiras vermelhas do PCC foram vistas ao longo da rua principal da rota do desfile. Os indivíduos que seguravam as bandeiras estavam uniformemente espaçados, com cerca de um metro e oitenta de distância.

“Os protestos foram encenados, e vários dos participantes disseram, em imagens de vídeo disfarçadas tomadas pelo Epoch Times e pela NTD Television, que haviam recebido dinheiro dos agitadores do PCC. Também havia imagens mostrando como a cena foi orquestrada por grupos ligados ao PCC, com indivíduos aparentemente atuando como coordenadores, entregando as bandeiras”.

“Entre os grupos por trás da distribuição das bandeiras estava a infame Aliança Mundial Anti-Culto da China (CACWA), que tem laços com o PCC e sérios abusos dos direitos humanos na China”.

Informa ainda a notícia que NY é apenas um plano piloto extensivo e extendido a outras cidades americanas ou não.

  • *   *   *

O Partido Comunista Chinês mantém uma rede de câmeras (200 milhões, com projeto para ampliar a 600 milhões) para o controle facial dos cidadãos. Essa ficha contém dados bancários, familiares, amigos, sites visitados, comentários considerados negativos ao governo chinês  etc.

A noticia acima, do theepochtimes mostra um controle e perseguição a chineses que vivem no Exterior.

Assim é a China “boazinha” não tão diferente de Cuba, da KGB  ou Venezuela.

E ainda há ingênuos que acreditam nas relações comerciais Brasil-China “sem viés ideológico”.

“Bobo há de toda casta pois a espécie é muito vasta”.

Alerta Brasil novo, a China quer “comprar o Brasil”.

 

https://www.theepochtimes.com/chinese-subversion-on-full-display-in-new-york_2806434.html

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here