Continuam caindo estátuas de Lênin

Mapa das estátuas de Lenine derubadas na Ucrânia
Mapa das estátuas de Lênin derubadas na Ucrânia

O caráter anticomunista do movimento que depôs o presidente filocomunista Viktor Yanukovich ficou patenteado na onda de derrubada de estátuas do líder comunista russo Vladimir Lênin (1870-1924), espalhadas pelo país.

Não foram as primeiras, pois inúmeras delas já haviam sido jogadas por terra em 1991, quando a Ucrânia recuperava sua liberdade e a despótica União Soviética desabava.

Estátua de Lenine rumo ao lixão
Estátua de Lênin rumo ao lixão

As esculturas eram todo um símbolo de uma ditadura que sacrificou milhões de ucranianos, holocausto que eles chamam de “holodomor”.

Espanta, porém, a ingente instalação de monumentos ao fautor principal da Revolução Bolchevista, revelando um fanatismo comunista que se mantém vivo e ameaçador.

No leste da Ucrânia, por exemplo, houve entrechoques nas ruas entre os que queriam eliminar essas imagens de um dos maiores assassinos de massa do século XX e os seus cultores e devotos ateus.

Em Dnipropetrovsk, a praça que até há pouco se chamava Lênin, foi rebatizada com o nome de Heróis de Maidan – um tributo aos corajosos ucranianos que deram seu sangue para libertar o país da opressão velada da “nova-URSS” de Vladimir Putin.