Nova derrota na política expansionista de Pequim. Maldivas se aproxima da Índia e derrota partido pró Pequim. Importância estratégica no mar da China.

NOVA DELI — A Índia dará assistência financeira de US$ 1,4 bilhão às Maldivas, disse o primeiro-ministro indiano Narendra Modi em 17 de dezembro, a maior ajuda até agora à nação insular do Oceano Índico que está lidando com a dívida de uma onda de edifícios chineses.

Novo presidente de Maldivas derrota a linha pró China

Modi fez o anúncio após conversas com o novo presidente das Maldivas, Mohamed Ibrahim Solih, que derrotou o homem forte pró-China Abdulla Yameen em um resultado eleitoral surpresa em outubro e está tentando redefinir os laços com a Índia.

Durante um boom de construção de cinco anos nas Maldivas, a China construiu uma ponte marítima ligando a capital, Male, ao aeroporto principal e está desenvolvendo o próprio aeroporto, além de construir habitações em terrenos recuperados do mar.

Construção super faturada da China?

Mas a atividade de construção acelerada tem despertado temores de que as Maldivas carregaram uma dívida que poderia ser de US $ 1,5 bilhão a mais de US $ 3 bilhões.

O governo de Solih disse que está tentando descobrir o quanto o país de 400.000 pessoas deve à China. Modi disse que a Índia estava pronta para ajudar as Maldivas como um amigo próximo e vizinho.

Índia socorre Maldivas com 1,4 bilhão de US$

“Para o desenvolvimento social e econômico das Maldivas, estamos fornecendo uma assistência financeira de US$ 1,4 bilhão sob a forma de apoio orçamentário, contratos de swap cambial e linhas de crédito concessionárias”, disse ele durante uma breve aparição na mídia com Solih.

Tanto a Índia quanto a China têm tentado construir influência regional nas Maldivas e em outros países do Oceano Índico, como o Sri Lanka, que estão ao longo de rotas marítimas vitais.

Cofres saqueados. Acordos bilaterais Maldivas-Índia

Logo após assumir o cargo no mês passado, Solih disse que os cofres do Estado foram saqueados nos últimos anos e alertou que o país estava em dificuldades financeiras depois de acumular dívidas com credores chineses.

Solih disse que as Maldivas e a Índia assinaram acordos para cooperar no comércio, saúde e defesa. A Índia ajudaria a melhorar a segurança das Maldivas através de patrulhas conjuntas, bem como de vigilância aérea, disseram as autoridades.

A grande preocupação da Índia tem sido que a expansão da China na região visava garantir um posto avançado em uma ilha nas Maldivas.

Modi disse que tinha discutido a segurança regional com Solih e ambos concordaram em não permitir que o território um do outro fosse usado contra o outro.

***

Já temos governadores pró China; já temos empresários pró chineses. O Brasil precisa prevenir-se contra os “negócios da China”. Nossa soberania, nossa independência, nossa História mostra que nunca cedemos um palmo do território a qualquer potência estrangeira.

A Terra de Santa Cruz sempre será fiel à sua missão junto às Nações sul americanas e mais ainda …

Fonte: https://www.theepochtimes.com/indias-modi-gives-1-4-billion-aid-to-maldives-amid-worry-over-its-china-debt_2741863.html

Deixe uma resposta