Ditadura-vacina (EUA) inclui igrejas; CPI da Covid (Brasil) e a Nova Ordem Mundial

1

No Brasil, a opinião pública está chocada com o modo ditatorial, arbitrário e não científico dos trabalhos inquisitórios — nos moldes da Revolução Francesa — da CPI da Covid.

Nos EUA, NY deu o passo inicial para o chamado Excelsior Pass, o passaporte-vacina para controlar a população. A Autoridade de Saúde do Oregon (OHA) está exigindo que as pessoas em locais de trabalho, empresas e locais religiosos apresentem prova de vacinação COVID-19 para que possam entrar nas instalações sem máscara.

À imitação de Danton, Robespierre, Fourquier-Tinville, quem são os novos ditadores do século XXI?

E assim, vão surgindo aqui, lá e acolá, aos poucos os tentáculos do imenso polvo que é a Nova Ordem Mundial. Sim, o coronavírus — com tanta propriedade denominado vírus de Wuhan — passa a ser o pretexto para abolir toda liberdade civil ou religiosa, todos os direitos fundamentais da pessoa humana, e sobretudo o conhecimento e prática da Verdadeira Fé. Leia nosso Manifesto https://ipco.org.br/manifesto-descritianizacao-verde/

E a imagem do Leviatã se afigura como a maior Senzala da História da Humanidade. O Império Romano não forçava as consciências; Hitler, Stalin e Mao tentaram em vão impor o ateísmo e extinguir a Religião. Xi Jinping, na China, continua os propósitos marxistas de implantar a seita filosófica e ateia cerceando o culto religioso, com a perseguição cruel a minorias étnicas e campos de treinamento forçado em Xinjiang.

Repetimos, os Mentores da Nova Ordem Mundial, servindo-se do pânico induzido da Covid-19, da cibernética, dos mecanismos de controle querem implantar a maior Senzala da História nesse mundo que imaginava ter abolido para sempre a Escravidão.

Sem aprovação total da FDA

Informa TheEpochTimes: “A política estadual é a primeira do tipo no país e está levantando preocupações para aqueles que não querem usar máscaras ou tomar a vacina devido a uma série de preocupações, incluindo segurança, efeitos colaterais, eficácia, desconfiança em empresas farmacêuticas e falta de aprovação total do FDA. A American Civil Liberties Union (ACLU) no final de março sinalizou os problemas potenciais dos sistemas de passaporte de vacina em um artigo de opinião, argumentando que eles criariam duas camadas de pessoas não vacinadas e vacinadas.”

Burocracia do controle-vacina

As autoridades de saúde do estado atualizaram suas orientações de mascaramento em 19 de maio, após a reversão dos mandatos rígidos de máscara do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

“Empresas, empregadores e instituições religiosas agora têm a opção de ajustar suas orientações de mascaramento para permitir que indivíduos totalmente vacinados não usem mais máscaras em seus estabelecimentos”, declarou a OHA em um comunicado.

“As empresas, empregadores e instituições religiosas que fazem isso devem ter uma política em vigor para verificar o status de vacinação de todos os indivíduos antes de entrarem em seus estabelecimentos. Empresas, empregadores e instituições religiosas que não criam tais políticas manterão as mesmas orientações de mascaramento listadas abaixo, independentemente do status de vacinação de um indivíduo. ”

Um porta-voz do grupo empresarial Oregon Business and Industry, Nathaniel Brown, disse ao New York Times que “eles têm sérias preocupações sobre a praticidade de exigir que proprietários de negócios e trabalhadores sejam os executores”.

Uma questão moral: pressupostos ditatoriais

Estando as vacinas, em todo o Orbe, na fase emergencial, que sentido faz a obrigatorierade desse comprovante? Pode o Poder Civil decretar a obrigatoriedade de vacina para todos e cada um?

Essa é uma questão ético-moral que não cabe ao Estado definir. Hoje tentam nos impor a vacina experimental, amanhã qual será a nova violação da liberdade individual religiosa ou civil? Essa é a Nova Ordem Mundial — a supressão de todos os direitos — com que os tiranos governarão a Senzala?

O não vacinado estará sendo considerado um leproso na sociedade, perigosa fonte de contágio social? Qual a ciência que provou isso? Ao que é incerto, diz o provérbio, não se trata como coisa certa.

Aguardemos, rezemos, lutemos por nossos direitos individuais, nossa liberdade. A Nova Ordem Mundial será a maior Senzala da História. E o Mundo que julgava ter sido liberto da Escravidão?

Sadias reações se levantam

A sadia reação da opinião pública que se observa no Ocidente, de alguns anos para cá, tem levantado importantes barreiras contra essa ditadura mundial. No Brasil, derrubamos a ditadura petista em 2017, e a reação conservadora longe de se acomodar, permanece vigilante. Vigorosas marchas de desacordo com medidas ditatoriais do Judiciário novamente tomam as ruas em 1 e 15 de maio.

Na foto, o príncipe D. Bertrand, discursa na Av. Paulista, em 1 de maio. As esquerdas, os inimigos do Brasil, a mídia tentam em vão silenciar … e aumentam ainda mais o seu desgaste.

Na Flórida, no Texas uma sadia reação leva o Legislativo a aprovar medidas excelentes contra a ditadura-vacina, a ditadura-covid. E, também, para proteger a Integridade Eleitoral.

***

CPI da COVID

Nesse fim de artigo uma observação sobre a CPI da Covid. Os trabalhos são nela conduzidos, sobretudo o modo de inquirição do Relator, segundo premissas ditatoriais nos moldes próprios a Fouquier-Tinville ou Robespierre, os expoentes do Terror na Revolução Francesa.

Quais são dos “dogmas” que norteiam a CPI?

— Abstenção do concurso da classe médica para orientar os trabalhos da CPI. Quem define os parâmetros da doença, da profilaxia são os mentores e executores da CPI?

— Panacéia-vacina, tida como solução final e indiscutível para salvar vidas. Mas todas as vacinas ainda estão em aprovação emergencial. Por que, então, esse “dogma” escolhido como peça-mestra das inquisições?

— Exclusão do debate sobre o tratamento precoce; esse não entra em linha de conta, nos dogmas da CPI Covid, exatamente porque a classe médica, a única a dar sua palavra final, não é ouvida.

— Os gritantes e astronômicos desvios de verbas federais (da saúde) por parte de governadores e prefeitos; esse é um clamor do Brasil inteiro … que a CPI tem ignorado. Em proveito de quem?

Afinal, qual é a legitimidade dessa CPI da Covid, interrogam os brasileiros. Quererão o Presidente e o Relator repetir, em 2021, os erros do Comitê de Saúde Pública, na Revolução Francesa?

***

Nossa Senhora Aparecida guie, proteja, sustente o Brasil patriótico e cristão face aos novos ditadores, seja da Ordem Mundial, seja dos guilhotinadores que à maneira do Terror, na Revolução Francesa, — os novos Robespierre e Fouquier-Tinville — se arrogam no direito de conduzir a CPI da Covid segundo “dogmas” que não seguem a “ciência”, não seguem os princípios da caridade, nem a busca da verdade.

“Porei inimizades entre ti e a mulher, e entre a tua posteridade e a posteridade dela. Ela
te pisará a cabeça
e tu armarás traições ao seu calcanhar.” (Gen. 14-15)

Ipsa Conteret caput tuum! Tu armarás ciladas ao teu calcanhar, Ela lhe esmagará a cabeça, relata profeticamente o livro do Gênesis. Foi o que prometeu Nossa Senhora em Fátima: por fim o meu Imaculado Coração triunfará!

Fonte: https://www.theepochtimes.com/mkt_morningbrief/oregon-first-state-to-require-vaccination-proof-for-maskless-entry-into-businesses-workplaces-and-churches_3825230.html?utm_source=morningbriefnoe&utm_medium=email1&utm_campaign=mb-2021-05-22&mktids=6edf554df7ba65a4613234a901da7ceb&est=J0sRhTRLibGEnxsNgHn9TL%2BT6U7g7n3tX%2BLs8WOyfEEffTaJSUQB0LnBElwD5B8%3D

1 COMENTÁRIO

  1. Assim como a opção preferencial pelos pobres, cantada, declamada, choramingada e transformada em cavalo de batalha da Teologia da Libertação mostrou que tudo não passava de uma FARSA, assim também, porém mais desavergonhada ainda, essa insurgente “opção preferencial pela sanidade” já nasce com o selo da própria FARSA estampada na cara. Putz!

Deixe uma resposta