Estamos em plena quarentena-ditatorial do governador João Doria. E governadores petistas também. Paralisar o Brasil por quê?

O Brasil, graças ao esforço, dedicação e risco, de nossos médicos e enfermeiros recupera infectados do coronavirus mais do dobro da média mundial. (gráfico ao lado)

Continuará o Sr Doria na sua quarentena indiscriminada copiada dos moldes chineses?

Continuará o governador asfixiando a seiva paulista que contribui com 30% da produção industrial do País?

São Paulo sempre se distinguiu no Brasil pelo “senso de organizar a vida. Arquitetura da vida, como se vive, como se estrutura a vida, como se faz o ambiente, como se tocam as coisas.”

São Paulo lidera, São Paulo não copia modelos de quarentenas importados da China”

 

A nível mundial o pico de infecções passou.

As recuperações de infectados do coronavirus está em ascensão conforme indica a linha verde.

E as infecções declinam (linha laranja).

Os gráficos são baseados em fontes idôneas. worldometer.info

Quererá o governador ser julgado pela História como o algoz da seiva paulista?

A História tem seus juízos implacáveis. Flemming se assinalou pela descoberta da penicilina e Santos Dumont, na aviação. Mas Calabar ficou na História do Brasil como traidor, na Insurreição Pernambucana; pior ainda, Judas que entregou o Divino Mestre.

São Paulo, na História do Brasil, levantou-se contra a Revolução getulista de 30 e contra a ditadura tenentista imposta por Vargas com seus interventores em São Paulo (30-32).São Paulo adotou o lema: “não sou conduzido, conduzo“.

Manchando a História de São Paulo temos os interventores-tenentistas do Club 3 de Outubro: João Alberto e Cel. Rabelo. Ambos tentaram asfixiar a seiva paulista e foram derrotados.

Um grande gesto teve o Apóstolo São Paulo: de perseguidor ao idealismo abrasador e cristão

Governador Doria, é tempo de tomar a Estrada de Damasco (São Paulo, patrono desta cidade) e voltar atrás nessa quarentena ditatorial e indiscriminada que empobrece ainda mais os pobres, sufoca os médios e asfixia a economia.

A quarentena chinesa http://A quarentena chinesa está sendo um desastre econômico: mais de meio milhão de falências; queda no comércio, desemprego altíssimo, queda do poder aquisitivo. https://ipco.org.br/ocaso-da-estrela-de-pequim-vendas-de-automoveis-cai-43/está sendo um desastre econômico: mais de meio milhão de falências; queda no comércio, desemprego altíssimo, queda do poder aquisitivo. https://ipco.org.br/ocaso-da-estrela-de-pequim-vendas-de-automoveis-cai-43/

Seu exemplo, Sr. Governador, desdoura a História bandeirante e serve de modelo errado a tantos outros governadores.

E alimenta os péssimos desígnios da esquerda e da mídia pró Pequim. A propaganda da Mídia em favor dos governadores-interventores não representa o eleitorado. Cuidado com a voz das Urnas.

De João Alberto e Cel. Rabelo (interventores-tenentistas) ninguém mais fala … e com tanta razão.

 

 

 

Deixe uma resposta