Paulo Henrique Chaves

MST está contente com a vitória do PT. O que isso significa?

O MST, através de Stédile, acredita que Rousseff terá mais condições de fazer a Reforma Agrária avançar.

O fortalecimento da agricultura familiar é, segundo Stédile, outro ponto que merece atenção da presidente eleita. “Há o confronto permanente entre dois modelos de agricultura”, destacou.

De acordo com ele, esse embate ocorre entre o agronegócio – “que expulsa mão de obra e usa venenos” – e a agricultura familiar – “que absorve mão de obra e produz alimentos sem venenos”.

Caso as expectativas não encontrem eco no novo governo, o MST irá reivindicar avanços. “As lutas sociais vão se desenvolvendo em função dos problemas”.

Fonte: Agência Brasil/Daniel Mello

5 COMENTÁRIOS

  1. – Éh, éh, éh… O povo tá vendo. Confiaram na guerrilheira e agora é o que sucede. Interessante quadrar que a mídia, sempre que se refere aos “sem-terra”, os qualificam de “trabalhadores rurais”, quando todos sabem que são uma súcia de bandidos ou proprietários de bens infiltrados aos meros 5% (cinco por cento) de desocupados que reinvicam terras invadindo fazendas, fazendo saques e depredações, o governo as compra, distribui, e os beneficiados ficam anos à sombra do sacolão e dos materiais para construção que, quando recebem, os vendem para comprar veículos ou gastarem no boteco. Depois vendem a terra por uma ninharia e vão fazer fila a outro grupo para o mesmo resultado, constituindo-se em um verdadeiro circulo vicioso. Não plantam sequer um pé de mandioca! São uns inúteis. Depois alardeiam que “eles trabalham plantando alimentos para nós”. Verdadeirto embuste. Quem planta são os ruralistas de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, e distribuem em larga escala a preços módicos, pagando seus impostos. E o governo não enxerga isso, ou não quer enxergar. Vejam o que fizeram com os laranjais de São Paulo. E ainda fomentam outros tipos de intrigas, como invasão de próprios do Incra (e quando funcionários esboçam qualquer reação eles calam-lhes a boca dizendo: “olha aí, ficam quietos, é por nossa causa que vocês recebem os seus salários”. Promovem invasão de rodovias, sobrepondo-lhes troncos e seixos ao longo do leito viário, acendendo fogueiras, emporcalhando totalmente a rodovia, trancando o livre fluxo do tráfego e com isso trazendo enormes prejuízos para a economia, cobrando pedágios indevidos e quando se retiram é o governo, através da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros, que vão gastar para limpar a lambança que fazem, quando poderiam estar empregados em ações de interesse coletivo ou de socorro. Tive informações de que, em determinada urbe, o Prefeito cedeu-lhes ônibus para o transporte de filhos de canavieiros, trabalhadores rurais ou de usinas, pequenos proprietários e os de sem-terras para as escolas na cidade, quando esses últimos recusaram prontamente, asseverando que a Prefeitura era obrigada a providenciar um transporte coletivo só para eles! Vejam a que ponto chegamos! Ao lado ditadura da vadiagem estamos vivendo a verdadeira ditadura da vagabundagem (queria ver ocorrer isso no tempo dos generais). E ofereçam serviço para esses pilantras para ver se querem trabalhar! Tudo que o Bolsonaro diz, e que o Mário de Oliveira disse aquando da sua intenção de se candidatar à Presidência da República, é a mais pura verdade! O povo tem que acordar e ver a sujeira que fez votando no PT. O meu e-mail é o acima indicado, respondam-me dizendo o que acharam da minha opinião. Até outro encontro.

  2. É isso mesmo Sr. Jairo e meu chara Pedro ! veja só o que a nossa presidenta está fazendo ( oferecendo ajuda financeira à Grécia, portanto, querendo fazer bonito, querendo se aparecer nas custas do brasileiros enquanto à nossa nação nada é feito dizendo que para isso não temos verbas,para àquilo temos que aumentar mais impostos, mas, para fazer ajuda financeira para outro país não pergunta se o povo está contente como esse tipo de atitude.

  3. Bem sem comentários, isso chama se democracia, o povo escolhe oque pressume ser bom para eles. não vai acontecer nada além daquilo que foi opção do povo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome