03 de agosto

1645: – Vitória milagrosa dos luso-brasileiros na Batalha do Monte das Tabocas contra os invasores holandeses no nordeste do Brasil.

1903: – O imperador austro-húngaro Francisco José I, veta a eleição do Cardeal Rampola para o papado.

1914: – França, Bélgica e Grã-Bretanha declaram guerra à Alemanha, iniciando a Primeira Guerra Mundial. O estopim foi o assassinato do príncipe do Império Austro-Húngaro, Francisco Ferdinando, em 28 de junho. Até 3 de agosto, todas as potências entram na guerra, menos a Itália.

Dom Clemens August Von Galen, O LEÃO DE MÜNSTER

1936: – A aviação republicana (comunista) bombardeia a Basílica do Pilar, em Saragoça. Nenhuma bomba explode.

1940: – A URSS anexa formalmente as repúblicas bállticas da Estônia e Lituânia. Dois días depois faz o mesmo com a Letônia.

1941: – Em Münster, o bispo Clemens August Von Galen denuncia, do púlpito, as práticas de eutanásia executada pelos nazistas contra os enfermos mentais alemães.

1951: – Os Estados Unidos suprimem o conjunto de facilidades aduaneiras outorgadas depois da II Guerra Mundial aos países comunistas.

1967: – A TFP chilena pede ao presidente Frei que proíba a instalação no Chile da OLAS, movimento promovido por Fidel Castro.

1984: – Num ato de autoritarismo, a Policía Técnica Judicial venezuelana invade a Quinta Morela, sede da TFP local, em Caracas.

Deixe uma resposta