19 de março

1255: – A Universidade de Paris adota oficialmente o aristotelismo, tendo a Faculdade de Artes proclamado um novo plano de estudos do qual constam todas as obras conhecidas do filósofo grego.

1534: – Nasce nas Ilhas Canárias José de Anchieta, missionário jesuíta e fundador da cidade de São Paulo (m. 1597), canonizado pela Igreja Católica.

1563: – Promulga-se, na França, o Edito de Amboise, que põe fim à Primeira Guera de Religião.

1870: – A ópera O Guarani, de Carlos Gomes, estreia no Teatro alla Scala em Milão.

1911: – Comemora-se pela primeira vez o Dia Internacional da Mulher. Nos anos posteriores a celebração seria trasladada para o dia 8 do mesmo mês.

1919: – Benito Mussolini funda, em Milão, o Movimento Fascista Italiano de Combate, que dará lugar ao Partido Fascista, em novembro de 1921.

1933: – O Parlamento alemão, controlado pelo Partido Nacional-Socialista de Adolf Hitler, vota o estabelecimento da ditadura nazista, e a extinção dos sindicatos e dos partidos políticos.

1937: – Encíclica Divini Redemptoris condena o comunismo como “intrinsecamente perverso”.

1938: – O presidente mexicano Lazaro Cardenas nacionaliza os terrenos petrolíferos norte-americanos e britânicos.

1945: – Durante a II Guerra Mundial as forças aliadas atravessam o rio Reno, a caminho de Berlim.

1962: – Arturo Frondizi, presidente da Argentina, é deposto pelo Exército.

1964: – Início das “Marchas da Família com Deus pela Liberdade”.

1966: – Primeiro encontro entre as Igrejas Anglicana e Católica, com a reunião de Paulo VI e do arcebispo de Cantuária Arthur Ramse.

1970: – O chanceler socialista alemão Willy Brandt lança a Ostpolitik.

1982: – Os argentinos desembarcam nas Ilhas Malvinas, e hasteam a bandeira nacional.

1987: – Portugal e China chegam a acordo sobre a transferência da soberania de Macau para aquele país, a 20 de dezembro de 1999.

1988: – O Papa João Paulo II autoriza entidades eclesiásticas a vender bens da igreja para ajudar os pobres em regiões necessitadas.

Exortação apostólica pós-sinodal “Amoris Laetitia” abre os braços da Igreja e da sociedade para a demolição programada do casamento e da família

1990: – Realizam-se as primeiras eleições livres e pluripartidárias na República Democrática da Alemanha, ou seja, a Alemanha comunista, em 50 anos. Vence a Aliança pela Alemanha, coligação dominada pela democrata cristã CDU.

2010: – O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, promulga a reforma do sistema de saúde norte-americano, popularmente conhecido como o “Obama care”.

2015: – O bispo da Fraternidade São Pio X, Richard Williamson, consagra Jean Michel Fauré bispo, sem mandato de Roma.

2016: – Francisco I publica a exortação apostólica pós-sinodal “Amoris Laetitia” abrindo a comunhão para os divorciados e rachando a Igreja.

Deixe um comentário!