És ainda tu o Brasil cristão?

A TFP organizou solene sessão de encerramento da campanha contra a infiltração comunista nos meios católicos, conforme foi amplamente divulgado por “Catolicismo”, em sua edição de n° 212-214, de agosto-outubro de 1968.


Discurso no Encerramento da Campanha contra a infiltração comunista na Igreja

Plinio Corrêa de Oliveira

Há no Evangelho uma promessa de bem-aventurança que diz o seguinte: “Bem-aventurados os mansos porque possuirão a terra”. Bem-aventurados aqueles que não amam a rixa nem a briga; bem-aventurados aqueles que não amam a violência, porque deles será a Terra. Deles será a Terra porque eles atrairão a si o amor dos homens que realmente amam o bem; deles será a Terra porque eles saberão opor-se – com uma força invencível – àqueles que os queiram jugular por uma violência ilegítima.

Ó a força cristã do verdadeiro católico que tem a mansidão de Nosso Senhor Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus. Ou do verdadeiro católico, que tem a força indomável de Nosso Senhor Jesus Cristo, o Leão de Judá! No momento em que Nosso Senhor Jesus Cristo foi preso, alguém lhe perguntou: “És tu Jesus de Nazaré?” E Ele respondeu: “Ego sum”. E todos – tomados de terror – caíram com a face na terra! Esta é a majestade, esta é a força, esta é a dignidade daqueles que têm a mansidão cristã!

Nosso país é um país cordato, um país que ama a mansidão, um país cuja história tem fugido às lutas. Mas se algum dia alguém de nós se aproximar e disser: “És ainda tu o Brasil cristão? Não aceitas a pressão que se quer fazer contra ti?” Eu tenho a certeza que esta nação responderá com uma força que ainda ninguém lhe conhece, mas que está nascendo nas tormentas do momento atual. Responderá: “Ego sum!” E todos os agitadores serão obrigados a se prostrar. E os agitadores cairão por terra, porque conhecerão isto que existe entre outras coisas de autenticamente novo no Brasil novo. É a decisão de progredir fiel a si mesmo e fiel à tradição cristã; fiel à família, fiel à propriedade e de lutar com uma força que impressionará o mundo contra quem quer que imagine que sua mansidão é moleza e que contra ele pressões possam trazer resultado.

Nota: Para aprofundar o assunto, vide “Um homem, uma obra, uma gesta – Homenagem das TFPs a Plinio Corrêa de Oliveira” (1989), Parte II – Quando TFPs somam seus esforços, Segunda seção – TFPs: ações conjuntas em âmbito internacional, 1. A Paulo VI, dois milhões de sul-americanos pedem medidas contra a infiltração comunista na Igreja.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here