Taiwan é líder no combate ao coronavírus: 7 meses sucessivos sem óbitos. E 0,3 mortes por milhão de habitantes enquanto a média mundial é acima de 200 óbitos por milhão.

Mais uma vez fica demonstrada a mão única da Mídia quando se trata do coronavírus: ela não noticia o êxito de países no combate ao covid-19, ela não se empenha em divulgar a eficácia da classe médica. E a OMS exclui o êxito de Taiwan.

Taiwan modelo de eficácia contra o vírus de Wuhan

“O trabalho de Taiwan tem sido tão rigoroso em termos de prevenção e utilização de recursos que forneceu uma oportunidade para eles comunicarem ao mundo sua experiência médica e transparência política no tratamento da pandemia. Esse processo foi elogiado por líderes estrangeiros que também lutavam contra o surto.”

“Taiwan doou milhões de máscaras, bem como vários equipamentos médicos, como ventiladores, para países necessitados. Esse trabalho foi paralelo ao fortalecimento das alianças iniciadas com os Estados Unidos e a União Européia para o desenvolvimento de uma vacina e tratamentos para o COVID-19.”

“Os resultados de suas políticas agressivas de detecção valeram a pena: em 5 de dezembro, Taiwan tinha 693 pessoas infectadas e sete mortes em todo o país, enquanto o mundo já atingiu 66,5 milhões de infectados. O número de mortos de COVID-19 excedeu 1,5 milhões de mortes em todo o mundo.”

Concentração populacional: 17a. área mais densamente povoada

“O sucesso de Taiwan em mitigar a propagação do vírus é especialmente notável devido à sua proximidade com o território sob o regime de Xi Jinping. Além disso, adiciona-se o fator de contatos pessoais e a densidade populacional. Taiwan é a décima sétima área mais densamente povoada do mundo. Possui 671,4 habitantes por quilômetro quadrado, segundo registros coletados por relatório de perspectiva emitido pela ONU.

Evitando bloqueios totais e paralização da economia

“A resposta de Taipei foi designada como “robusta e abrangente” ao COVID-19, o que também permitiu a Taiwan evitar bloqueios totais e mitigar interrupções em sua atividade econômica. Além disso, a pandemia também levantou preocupações constantes, com relação à dependência econômica de Taiwan da China.”

***

Taiwan tem 0.3 mortes por milhão de habitantes enquanto a média mundial ultrassa 200 por milhão.

A OMS recusou-se a aceitar Taiwan, na qualidade de Observador, seguindo a vontade da China de quem é grande aliada, e cúmplice na origem do surto do vírus e Wuhan e posteriores medidas favorecendo Pequim.

“O cerco à jurisdição da ilha governada por Tsai Ing-wen, que foi incubado pela China e pela OMS, está refletido em detalhes no relatório anual de 2020 da Comissão para a Revisão Econômica e de Segurança das Relações com os EUA.”

“Um capítulo de 60 páginas está reservado neste documento apenas para Taiwan. Especificamente, ele fala sobre como Pequim intensificou seus esforços para isolar Taiwan no cenário global. A estratégia se concentrou principalmente em intensificar os esforços para prevenir sua participação na OMS em meio à pandemia de COVID-19.”

***

Mais uma vez a Midia e a esquerda se unem para encobrir sucessos na luta contra o coronavírus que não convém o público saber.

O Brasil continua acima da média de recuperações em todo o Orbe.

Fonte: https://panampost.com/milagros-boyer/2020/12/06/regimen-chino-covid19-taiwan/

 

Deixe uma resposta