“A ordem de 30 de março de Northam proíbe reuniões públicas” (…) em nome da interrupção da disseminação do coronavírus. A maior parte do estado iniciou a Fase 1 do plano de reabertura gradual de Northam em 15 de maio, mas não na região norte da Virgínia.

O decreto do governador nos impede o acesso à Confissão, a Eucaristia, a Santa Missa

“As ordens executivas classificam de maneira errada e inconstitucional o exercício da religião como não essencial”, diz o advogado H. Robert Showers. “Na realidade, o direito de praticar sua fé é essencial como qualquer coisa que as Ordens Executivas procurassem proteger.” Na semana passada, o governo Trump declarou instituições religiosas “essenciais”.

Uma família com 10 filhos não pode participar (em conjunto) de um ofício religioso

“As restrições do governador Northam à expressão religiosa são excessivamente amplas, discriminatórias e inconstitucionais”, acrescenta o CEO da CAL, Harmeet K. Dhillon. “Nossos autores foram abençoados com 10 filhos. 

Mas a Ordem do Governador Northam os discrimina por causa do tamanho de sua família – proibindo-os de comparecer a um serviço religioso juntos, com o Padre presente, enquanto as famílias menores não enfrentam essa proibição. A Ordem também discrimina reuniões religiosas. Nossos clientes podem ir a instituições seculares juntos, mas é crime para eles [assistirem] a serviços religiosos juntos em sua paróquia. ”

***

A notícia acrescenta que esse não é o único processo contra o governador democrata. Ha grupos protestantes fazendo o mesmo.

***

Fala-se tanto em “direitos humanos”. O maior direito da pessoa humana é o de conhecer e praticar a Religião verdadeira instituída por Nosso Senhor Jesus Cristo. Nem os Césares conseguiram arrancar a Fé dos mártires.

Mas, infelizmente no Brasil, são os Srs. Bispos que tomados de uma prudência humana — nunca vista na História bimilenar da Santa Igreja — fecham as igrejas … e nos impedem de receber os Sacramentos, instituídos por Nosso Senhor para perpetuar os benefícios da Redenção.

Fonte:

Deixe uma resposta