Vivemos dias em que é preciso restaurar o conceito de família, exatamente como a concebe a Igreja e a Civilização Cristã. A família, durante a ditadura petista sofreu todas as desfigurações a ponto de se pretender que uniões de pessoas do mesmo sexo possam se enquadrar como sendo “família”.

                                 Como era a família reinante: espelho e modelo

      “A família reinante deve, a um tempo, ser o espelho e o modelo do ideal familiar e social do país.

      “Espelho, no sentido de que deve possuir do modo mais acentuado e autêntico, o que a mentalidade doméstica e social do país tem de típico. A família reinante deve ser como que a concretização simbólica do espírito nacional, no que diz respeito à vida social e familiar.

       “Modelo, no sentido de que cabe à dinastia a função discreta de dirigir a evolução da mentalidade nacional, no lar e na sociedade. Munida do prestígio social inerente à sua categoria, pode a família reinante, sobre a qual convergem todos os olhares, por meio de seu exemplo, fazer cair em desuso os costumes menos bons e os substituir gradualmente por outros, exercendo assim sobre o espírito público uma função pedagógica de imensa importância.

      “Foi este o papel social com que deparou a Princesa (Isabel), desde seus primeiros anos. Digamos desde logo que ela o desempenhou modelarmente”.

       Leia a íntegra em: https://www.pliniocorreadeoliveira.info/LEG_460728_UmagloriadaIgrejanaHistoriadoBrasil.htm#.Xc4EjFdKguU

Deixe uma resposta