Multado por mencionar o nome de Deus! Acontecerá o mesmo no Brasil?

Edson Carlos de Oliveira

No passado, considerava-se delito blasfemar contra o nome de Deus, agora é crime mencioná-lo. Esse foi o caso do atual governador de Sinaloa, México, Mario López Valdez que venceu as recentes eleições para o governador e foi multado por ter, durante sua campanha eleitoral, pronunciado o nome de Deus.

O Tribunal Eleitoral do Poder Judiciário da Federação, órgão máximo na matéria no México, alegou a laicidade do estado e a proibição constitucional que proíbe o uso de expressões religiosas em disputa eleitoral, para justificar a punição.

Os Partidos derrotados ainda se acharam no dever de denunciar ao tribunal que Mario López invocou a proteção de Deus em outras ocasiões.

Como bem alertou o Professor Plinio Corrêa de Oliveira, em seu livro Revolução e Contra-Revolução, “o laicismo é uma forma de ateísmo. (…) Ele afirma a impossibilidade de se ter certeza da existência de Deus. De onde, na esfera temporal, o homem deve agir como se Deus não existisse. Ou seja, como pessoa que destronou a Deus.” (Parte I, Cap VII, pág 63, Art Press, 1998)

Para uma análise mais pormenorizada do caso,  clique aqui.

4 COMENTÁRIOS

  1. Tudo o que devemos e podemos fazer para esses comunistas do PT não implanterem o comunismo, socialismo no Brasil, é concientizar as pessoas o ORAR muito a Deus para que ele tome providências urgentes para que isso não aconteça. Pois não existe ninguém igual a Deus, muito menos mais que Deus, e Ele não permitirá essa desgraça no nosso Brasil. Sabemos também que esses paises onde essa desgraça já está acontecendo, já estão acorrendo as mais diversas catástrofes. Pois as autoridades desses países com seus radicalismos é que provocaram essas desastrosas situações. Que Deus tenha misericórdia de nós !!!

  2. Para dizer algo a respeito da religiosidade dos mexicanos, temos que pedir em orações a Nossa Senhora de Guadalupe que proteja aquela nação, onde ela surgiu para ser a Padroeira a América Latina. E a todos nós evidentemente. A ameaça não está apenas circunscrita ao México, mas a toda America Latina. Acho que ao Brasil falta pouco para isso acontecer. Estão substituindo filosofia por ideologia, sendo esta a causadora de grandes confusões. Filosofia tem a ver com politica, religião e ciencias, mas a ideologia tem a ver com socialismo e comunismo tentando derrubar principios solidamente edificados por seculos.

  3. Diante dessa notícia, é difícil encontrar o que dizer…

    Em todo o caso, mencionemos o direito público da Igreja Católica, o qual diferencia exemplarmente regime democrático e ideologia democrática.

    Aquele, longe de ser um valor em si mesmo, tampouco de natureza universal, é simplesmente um determinado arranjo de coisas, destinado a assegurar a estabilidade de determinadas instituições políticas em determinado país. É nesse sentido que a doutrina católica considera viável e perfeitamente consentâneo com o direito natural a democracia, a par da aristocracia e da monarquia, além de suas formas mistas.

    A ideologia democrática (consoante podemos inferir do termo “ideologia”), necessariamente, importa em, por assim dizer, remodelamento dos próprios valores e costumes, muitos dos quais antigos de dois mil anos (claro, o catolicismo). Ideologia democrática, aqui, é o próprio liberalismo, cuja meta primordial é erigir em dogma uma noção imprecisa de “liberdade”.

    Sendo assim, coitados dos nossos irmãos mexicanos, obrigados a viver sob um regime liberal, ou “democrateiro”. Que Deus Nosso Senhor olhe por eles e nos livre de semelhante ignomínia!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome