Ambas adolescentes: Santa Joana d´Arc uma católica devota, embora sem instrução e analfabeta. Ela estava, desde os 13 anos de idade até a morte, aos 19 anos, certa de ter visões de Santos que lhe diziam o que devia fazer. Ela foi incrivelmente bem sucedida.

Seus seguidores, que incluíam o rei Carlos VII, acreditavam nela – uma jovem no século XV! – e permitiu que ela comandasse suas tropas em batalha.

Santa Joana d´Arc salvou a França.

O que passa com Greta de Thunberg¿ Um pedestal inclinado

Assim comenta lifesitenews:  “Aqueles que estão perplexos e afligidos por slogans climáticos olham para Greta Thunberg como se ela fosse outra Joana d’Arc. Aqueles de nós que vivemos na realidade a vêem como irremediavelmente atolada na arrogância da mentira”.

“Sim, a infância de Greta foi roubada dela, mas não é a América que faz isso – são seus pais que permitiram (…)  São os políticos de esquerda e sua classe, que estão ordenhando sua juventude e credulidade e sua fome de aceitação, que a colocaram em um pedestal inclinado”.

“A humilhação a atinge como uma locomotiva e ninguém a puxa para fora dos trilhos”.

Uma análise à luz da Razão e da Fé

        Santa Joana d´Arc acreditava tão fortemente na divindade de sua missão que os deixou (ingleses) queimá-la na fogueira. Afinal, é Deus que controla a história.

Continua lifesitenews: “Agora olhe para Greta. Se Deus tivesse alguma coisa a ver com o que ela está fazendo, ela entenderia que Ele tem tudo planejado e que, apesar do livre arbítrio humano, o mundo continuará enquanto Ele quiser.”

Esse é exatamente o ponto de vista de cientistas: a desproporção entre a Terra e as forças do homem é tal que seria quimera pensar numa alteração substancial como prevê o slogan “aquecimento global”.

“Ela saberia que salvar o mundo não é um trabalho para meros seres humanos e que não podemos ser importantes ou poderosos o suficiente para alterar os trabalhos cuidadosamente ajustados dessa máquina impressionante que chamamos de Terra”.

 Duas adolescentes, dois procedimentos opostos

       Santa Joana d´Arc disse uma vez que preferia “fiar lã ao lado de sua mãe” a comandar exércitos, mas não gritou acusações ao povo francês. Ela apenas citou sua missão divina e partiu para a guerra. Mesmo quando estava queimando até a morte, ela disse apenas duas palavras: “Bem-aventurado Jesus”. Mas, infelizmente, ela (Greta) sabe muito pouco, e o que ela pensa que sabe a deixa com muita raiva. Ela grita: “Como você se atreve!” na audiência dela, como se apenas permanecer vivo neste mundo fosse algo que todos nós fizemos para ofendê-la. Ela grita sobre “extinção em massa” como se meio grau de aquecimento ao longo de um século nos fizesse morrer sufocados nas ruas. Ela geme por perder a infância e faltar à escola. ·

* * *

      Resultado de imagem para santa joana darc Joana d´Arc “realmente realizou o que se propôs a fazer. Ela queria que Carlos VII fosse reconhecido como o herdeiro legítimo do trono. Ela queria que os ingleses fossem expulsos da França. Isso foi no final da Guerra dos Cem Anos, que se seguiu à devastação da Peste Negra, e a França quase foi destruída por esses dois horrores”.

Os historiadores geralmente creditam que ela salvou a França.

“Greta de Thunberg será creditada com algo tão grandioso?” Ao contrário da camponesa de Domremy, “Greta não fez nada de concreto. Ela não expressou sugestões sustentáveis ​​sobre o que devemos fazer ou desfazer, muito menos colocar qualquer coisa substancial em movimento”.

* * *

       Essas duas adolescentes – ambas altamente motivadas – foram acionadas por duas forças muito diferentes. “Greta está aterrorizada. Ela parece realmente acreditar que estará morta em 11 anos. Seu medo é palpável – tanto que ela está infectando milhares de outros jovens instáveis, e o medo só é útil para fugir ou lutar. O medo nunca produz melhorias tangíveis – apenas problemas de saúde e raiva”. ·

Joana d´Arc, por outro lado, foi motivada pelo amor – amor pelo seu Salvador, amor pelo seu País. “Ela estava motivada pelo dever de ambos. Ela mostrou muito pouco medo em sua curta vida, e que medo ela sentia, ela controlou”.

Pouco antes de sua imolação, “ela pediu a dois padres que segurassem um crucifixo para ela olhar enquanto morria. Que coragem incrível. Ela era tão corajosa que sentiu o medo no coração de seus inimigos. Os ingleses a queimaram três vezes para garantir que não restava nada”.

Assim são as verdadeiras heroínas da Fé, da Pátria, os verdadeiros salvadores do gênero humano.

Nossa acusação é contra os manipuladores da adolescente

      Ressalta com muito acerto o articulista de breitbart.com: “O problema com Greta Thunberg não é que ela seja uma garota de 16 anos com tranças. O problema com Greta Thunberg não é que ela tenha abandonado a escola. O problema com Greta Thunberg não é autista.

“Não, o problema com Greta Thunberg é que, os “fatos” que ela repete em nome de seus controladores são mentiras, propaganda e notícias falsas – e a causa que ela representa é absolutamente má”. https://ipco.org.br/e-facil-ser-astro-nos-holofotes-da-midia-greta-de-thunberg-e-os-totalitaristas-verdes/

É uma manipulação midiática a favor de uma causa má.

Deixe uma resposta