O Socialismo por si só gera um estado de violência!

Apesar dos massacres causados por “homens-bomba”, Bagdá é mais segura do que Caracas, capital da Venezuela socialista “bolivariana”.

Iraque e Venezuela têm quase a mesma população, mas em 2009 houve no Iraque 4.644 homicídios, enquanto na Venezuela foram mais de 16.000, sendo 90% deles não apurados.

O Brasil é outro caso gravíssimo, pois o índice de assassinatos, próximo do da Venezuela, é quase o dobro do mexicano: 25 a cada 100.000 habitantes, contra 14 a cada 100.000 no México.

O aumento da violência está ligado ao crescimento do populismo socialista, inimigo da propriedade privada e das desigualdades sociais justas e proporcionais.