Instituto Plinio Corrêa de Oliveira ergue seus estandartes na Avenida Paulista

No dia 19 de abril p.p., 28 voluntários do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira saíram novamente às ruas para defender a família. Desta vez os seus estandartes dourados se levantaram na prestigiosa Avenida Paulista, em São Paulo, para mais uma campanha pelo futuro moral de nossos filhos.

O toque dos trompetes, o som da gaita de fole, os slogans proclamados em megafones e os dizeres dos cartazes atraíram a atenção dos normalmente apressados transeuntes daquela artéria, uma das mais importantes do País, para os perigos do aborto e da agenda do movimento homossexual que ameaçam a instituição familiar.

A acolhida dos paulistanos esteve acima da expectativa. Muitos propunham que nossas campanhas se intensificassem, pois entre aqueles que combatem a ofensiva do movimento homossexual poucos atuam com tanta galhardia e eficácia. Vários passantes comentaram o aspecto maravilhoso do conjunto dos símbolos.

Foram difundidos dois livros do Padre David Francisquini: Catecismo contra o aborto — Por que devo defender a vida humana, cujo conteúdo se enuncia no título, e Homem e mulher Deus os criou, que trata da questão do homossexualismo à luz da doutrina católica, da Lei natural e da ciência médica, mostrando como a Igreja sempre condenou as práticas e as uniões homossexuais.