Corte Européia dos Direitos Humanos proibe crucifixos, mas favorece assassinos e estupradores

Luis Dufaur

 

A Corte Européia de Direitos Humanos – a mesma que quis proibir os crucifixos nas salas de aula italianas – condenou a prática alemã de “custódia de segurança” dos assassinos e estupradores mais perigosos.

Embora esses delinqüentes tenham cumprido suas penas, a custódia visa proteger a população contra a conduta deles, que constitui ameaça como “bombas-relógios”.

Pela decisão os criminosos devem ser liberados logo, sendo 1.685 deles em Berlim.

A população alemã está amedrontada, e os parentes das vítimas revoltados.

Para Gabriele Karl, cuja filha Stefanie foi assassinada por um maníaco sexual em 1996 , diz: “não entendo como alguém que já destruiu uma vida tem a chance de ser libertado para destruir outras”.

Para ela, o que há na Alemanha é um “lobby em defesa dos criminosos”. Parece até que ser referia a certos grupos de “direitos humanos” que vemos por aí…

4 COMENTÁRIOS

  1. Fim da liberdade de nascer, fim da liberdade de propriedade, fim da liberdade de ser hetero, fim da liberdade de expressão, fim da liberdade de ser cristão e:
    Apoio aos assassinos, estupradores, homosexuais, pedófilos, drogados, politicos corruptos, ladrões e etc. Realmente é um período maldito da era humana.
    Maldito todos os que apoiam essas barbáries. Mereciam ser todos encarcerados e fritados vivos.

  2. Afinal pragmaticamente falando.
    Onde estao os direitos humanos das VITIMAS?
    Esta é a pergunta e CLAMOR crucial e inontestavel que nao quer calar na mente e consciencia da grande maioria silenciosa e contribuintes, ou seja dos cidadões de bem de qualquer nação terrena?
    Que financiam os regios salários e mordomias de tais cortes de ditos direitos humanos!

  3. Incrível!!! Aqui nós sofremos as conseqüências de medidas protetoras dos direitos humanos dos bandidos, assassinos. Quem já não soube de casos de condenados que foram soltos para visitar a mãe (que já havia falecido) e acaba matando um inocente?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome