Ilhas de prazer onde Fidel recebe teólogos e ativistas 'defensores dos pobres', segundo revista Veja
Ilhas onde Fidel recebe teólogos e ativistas ‘defensores dos pobres’. Fonte: revista Veja

Juan Reinaldo Sánchez, que durante 17 anos foi guarda-costa de Fidel Castro, denunciou que o “líder do povo” vive num luxo que ele diz reprovar nas elites cubanas e no “corrupto” capitalismo americano.

Até o regime cubano cair na mais negra miséria, após o desabamento do Muro de Berlim, e ficar privado das subvenções de Moscou, Fidel continuou sua vida nababesca.

Sánchez conta em seu livro A Vida Secreta de Fidel que ele foi preso pelo regime quando pediu aposentadoria. Era preciso silenciar a testemunha.

Ele padeceu entre 1994 e 1996 numa cela infestada de baratas, foi torturado e tentaram matá-lo. Sánchez procurou fugir oito vezes, até que conseguiu a liberdade viajando num barquinho até o México, passando depois a morar em Miami.

Em seu livro, Sánchez descreve o estilo de vida do “comandante supremo” em todo comparável à vida dos líderes marxistas de trás da Cortina de Ferro, ou de Viktor Yanukovich e Vladimir Putin no presente.

Segundo o autor, Fidel levava vida de ricaço extravagante e possuía o Aquarama II, único iate de luxo de Cuba, construído com madeira importada de Angola, para onde enviou seus esbirros.

Presidente Dilma segura Fidel periclitante dois pesos e duas medidasFidel navegava até a “ilha paradisíaca” Cayo Piedra, onde, em meio a exóticos prazeres, recebia os amigos mais íntimos como teólogos da libertação engajados “pelos pobres”, ou escritores do jet-set esquerdista como o colombiano Gabriel García Márquez.

Herói nacional, em 1989 o general Arnaldo Ochoa foi condenado por tráfico de drogas e fuzilado. Segundo Sánchez, o tráfico era avalizado pelo próprio Fidel com o pretexto de “arrecadar divisas para a Revolução”. Fidel quis eliminá-lo com uma ‘queima de arquivos”.

Durante a “crise de Mariel”, em 1980, quando milhares de cubanos desesperados fugiram da ilha, Fidel escolheu os piores delinquentes das penitenciárias cubanas e os misturou com os fugitivos para desmoralizá-los, afirma Sánchez.

Em seu livro, ele descreve o rosto oculto do totem das esquerdas latino-americanas, em cujo leito de doente acodem ínclitos presidentes populistas, teólogos e outros eclesiásticos que em seus países dizem ser defensores dos Direitos Humanos, inimigos da ditadura e advogados dos pobres.

6 COMENTÁRIOS

  1. Bom! Se a mentira para eles é sagrada, não é novidade esta denuncia.
    E os podres ainda acredita, e curvam diante desses falsos deuses, que os engana como fez Lúcifer com a pobre Eva que deixou de se curvar diante de Deus Altíssimo, para curvar-se diante do falso deus.
    E a história se repete. Ummmmmmmmmmmmm fazer o que.
    Que cada um se cuide, para não sofrer as próprias conseqüências, como Adão e Eva sofreram, estendendo para toda humanidade. Nos preparemos para a grande purificação que se aproxima.
    Que Nosso Mãezinha do céu nos ajude.
    Salve Maria!

  2. Vasco Gonçalves, o comunista que foi Primeiro-Ministro de Portugal em 1974/75 e levou o país a uma situação de ruína, morreu em 2005 enquanto se regalava a tomar banho numa piscina de família…

  3. Nada de admirar. É sempre assim. E nem pode ser o contrário.
    O comunismo não cria riqueza e, portanto, não pode melhorar a vida da nação. Só pode, lentamente, levar a nação a um estado progressivo de pobreza.
    Se assim é e não pode ser de outra forma, então, pelo menos, nós, os cabecilhas que nos aproveitemos. Mesmo em Cuba, país de pouca população não faz diferença. Se os vinte cabecilhas gastam cem vezes mais do que a média, eles gastam tanto como dois mil cubanos médios, ou seja 2 por mil da população de Cuba. E isso não representa nada no conjunto nacional.
    Mas os vinte cabecilhas só têm vida em mim. Se eu desaparecer, eles desaparecem,e se eu quiser, eles desaparecem pela simples vontade do meu querer. Então eu, chefão, no próprio interesse da comunidade, tenho de viver muito melhor do que quem que seja

  4. O autor da matéria merece uma medalha de honra pelo fato de ter dado a conhecer grande parte do “curriculum vitae” do “protetor dos pobres”.
    É revoltante o que esse sujeito já causo à humanidade junto com seus comparsas do kremlin, sua ainda nefasta presença no mundo continua sendo um grande fator de desgraça para toda América Latina lamentavelmente a cidade onde eu nasci :Rosario (Argentina)teve a deshonra de que também nessa cidade nascesse o marginal que levava o sobrenome de Guevara.
    Conhecido assassino que se deliciava apertando o gatilho de sua quarenta e cinco “sem perder a ternura”, após a tomada de Cuba por estes meliantes e com o patrocínio de Moscou estabeleceram as bases para a dominação comunista que ainda hoje persistem obter o máximo de poder em varias Nações latinas.
    Esta matéria apresentada pelo Sr.Luis Dufaur e que inteligentemente o IPCO publicou deveria abranger com esses conhecimentos dados a público para toda a cidadania do Brasil e de outros países.Para bens!

  5. Trechinho da “CARTA QUE FIDEL CASTRO ENVIOU AO PRESIDENTE CHÁVEZ DE COMO IMPLANTAR O COMUNISMO NA VENEZUELA”, acerca de como devem ser as relações dos comunistas com pobres, agindo como utilitaristas, aproveitando-se de sua ingenuidade e ignorância.
    Primeira Etapa
    “Os pobres são maioria e têm pouca memória”. Injete-lhes esperança e acuse o passado, à Democracia de todos os seus males. Mantém-se alinhado permanentemente com o povo, Identifica-te com eles. Teu jeito de se expressar tem de ser bem simples; isso lhes gera confiança, pois tens o tempero que faltava. Emocione-os, leve-os em consideração. Aprenda a manipular a ignorância. Tuas palavras devem ser inflamadas e mostrar poder; não te preocupes com os ricos e a classe média, pois esses são a minoria e tu não necessitas mais do que 80% dos pobres para chegar ao poder…
    Notaram que depois que o PT dos pobres chegou ao poder – auxiliado por sua aliada TL, com ajuda da agua benta da CNBB – acabaram as favelas do Brasil e seus dirigentes, dando bom exemplo, como Lula e família moram nas periferias em construções do MINHA CASA, MINHA VIDA e, se adoecem, só vão ao SUS?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome