Nos EUA mais de 100 denúncias de agressão, vandalismo, assédio e outros incidentes contra defensores pró-vida em 2019, registrou LifeSiteNews.

Aumenta a violência contra os Pró Vida

“Nosso canal de notícias começou a rastrear esses relatórios depois que organizações pró-vida expressaram alarme sobre um aumento na violência nos últimos anos, enquanto trabalham para proteger os direitos dos bebês ainda não nascidos.

“A lista identifica 99 relatórios separados, embora vários incluam vários incidentes, como o relatório da Prolife Across America de mais de uma dúzia de outdoors pró-vida sendo vandalizados entre janeiro e agosto.

Assista o video: https://www.youtube.com/watch?v=pwqgQ6RBMOc&feature=youtu.be

“Isso equivale a quase 10 incidentes por mês ou cerca de um a cada quatro dias em 2019. Os relatórios são provenientes de agências de notícias locais e nacionais, além de evidências documentadas em vídeos, fotos, relatórios policiais e registros judiciais.

“Os relatórios confirmados incluem um banner do Students for Life sendo incendiado na Western Washington University, uma ameaça de bomba em um evento de 40 dias pela vida em Minnesota, várias ameaças de morte contra líderes pró-vida e evidências em vídeo de ataques de defensores da vida pró-vida. Talvez a maior história que chamou atenção nacional tenha saído da Pensilvânia quando um legislador estadual se filmou intimidando uma mulher mais velha e três jovens adolescentes. O deputado estadual Brian Sims também ofereceu dinheiro publicamente on-line para as identidades das meninas. Sims nunca foi punido por suas ações. Ele ainda está no cargo e nunca se desculpou publicamente pelas garotas.

Vandalismo e hostilidades nos campi contra estudantes Pró Vida

“Os estudantes pró-vida foram continuamente vítimas de vandalismo nos campi de faculdades nos EUA.

“No ano letivo de 2018 e 2019, o Students for Life of America relatou que mais de 50 exibições de estudantes pró-vida foram vandalizadas em 2019, e a organização estudantil iniciou um mapa interativo para acompanhar o vandalismo.

“Kristan Hawkins, presidente da organização, disse à LifeNews que a liberdade de expressão está sendo atacada, principalmente nos campi das faculdades. “O que acontece hoje nos campi muda para uma sociedade mais ampla amanhã”, disse Hawkins.

“O Students for Life luta ano após ano, para que os grupos de estudantes possam formar e falar livremente, expressando amor pela mãe e pelo filho pré-nascido, além de compartilhar a mensagem de como o aborto prejudica as mulheres.

Temos que ser atuantes e diligentes ou seremos silenciados

“Mas é uma luta, e temos que ser diligentes ou nossas vozes serão silenciadas. ” Apesar das crescentes hostilidades, ela disse que é encorajador ver a geração pró-vida forte pela liberdade de expressão e pelos direitos dos nascituros”.

Fonte: https://www.lifenews.com/2020/01/03/arson-assaults-and-death-threats-abortion-activists-attacked-pro-lifers-100-times-in-2019/

  • * * *

A notícia traz, em seguida, a lista de todas as violências praticadas pelos intolerantes fanáticos pró aborto.

1 COMENTÁRIO

  1. Devemos preservar o direito a vida, todo ser humano tem o direito de viver, de ter uma familia, de estudar, de trabalhar e ser feliz. Por isso devemos ser contra o aborto. O aborto sempre sera um crime contra Deus e contra toda a humanidade.Vamos olhar com respeito para Deus e fazer o que o bom Deus nos pede, ou seja, zelar pela vida humana..

Deixe uma resposta