Segundo notícia da Folha de S. Paulo, de 17/12/10, a Corte de Direitos Humanos da União Européia admoestou a Irlanda por não legalizar o aborto, dizendo que esse valoroso país está atentando contra os famosos “direitos humanos”

A Irlanda está resistindo há vários anos, inclusive contra setores de seu Judiciário. Em 1992, a Suprema Corte do país havia aceito o aborto em alguns casos. Mas o legislativo ainda não cedeu.

Esperemos que não ceda e continue resistindo. Tanto lá quanto no Brasil querem impor a matança dos inocentes sob pretexto de “direitos humanos” e “direitos da mulher”, escondendo as sequelas gravíssimas do aborto para as mulheres, e esquecendo (será?) que muitas das crianças que vão nascer, por volta de 50%, são mulheres…

Vamos dar o bom exemplo à Irlanda. Reaja agora contra a última manobra pró-aborto no Brasil. Clique aqui e saiba mais.

4 COMENTÁRIOS

  1. que espécie de maldita corte é esta ??? Gente. qto descaramento desses paus mandados do governo mundial diabólico, acusar a Irlanda de estar ferindo os ‘direitos humanos’, sendo que é exato o contrário…pavorosa é a face do demônio, só não dá mais pavor por que o nosso Deus é o Senhor do Universo e já derrotou esse imundo inimigo. Mas vamos dar o sangue por Crsito e pela a Igreja, eu quero, se preciso for, por isso, espero que os cristãos de verdade não recuem frente ao inimigo, mesmo sabendo que ele é capaz de derramar nosso sangue…precisamos ir até o fim. Viva a Irlanda, Maria Santíssima a cubra com o seu Manto, Jeusus Cristo livre a Irlanda desse mal ! e o Brasil tbm !

  2. Rezemos pela Irlanda para que suga firme em sua luta, e pelas mulheres que morrem por causa do aborto mas não são protegidas pelos “direitos humanos” – que só serve para matar criança e proteger preso sem-vergonha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome