Nancy Pelosi: nova cepa de vírus democrata “pelas crianças”

0

Por que o período eleitoral faz os candidatos de esquerda colocarem suas máscaras? Nancy Pelosi, presidente da Câmara, democrata de esquerda, ativista pró aborto está concorrendo à reeleição “pelas crianças”, comenta Panampost.

O eleitor médio é decisivo

Os vírus passam por metamorfoses, e os candidatos da esquerda e do falso Centrão também mudam de “máscaras” na fase eleitoral.

Essa é a prova de que o eleitor médio também é conservador e a metamorfose do vírus precisa se ajustar aos tempos eleitorais.

Nancy: de ativista pró aborto à campanha para as crianças

Pelosi passa do ataque ao Arcebispo pró vida de São Francisco (CA) à protetora das crianças …

Os legisladores do Partido Democrata rejeitaram qualquer iniciativa para proteger bebês nascidos vivos após abortos falhos.

Ano após ano, os parlamentares conservadores tentaram aprovar uma lei que protegesse os indesejados. Mas Pelosi comemorou o bloqueio deste projeto pelo Partido Democrata.

Ou seja, até o bebê que escapou ao aborto … não pode ser protegido. É uma maldade imensa.

Continua a notícia: “A mulher mais poderosa do Legislativo dos EUA anunciou esta semana que estará se relançando neste outono. Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Deputados, buscará a reeleição para o 12º distrito congressional da Califórnia, localizado no condado de São Francisco.

“Por meio de um vídeo de três minutos postado em sua conta no Twitter, Pelosi, de 81 anos, disse que seu “porquê” de permanecer no Congresso é “para as crianças”. No entanto, sua história mostra o contrário.”

***

Ferrenha anti vida na Câmara, ferrenha defensora das drásticas medidas durante a Pandemia, coloca a máscara de proteger as crianças.

***

Também no Brasil qual será a máscara da esquerda? Ou será apenas o falso Centrão que usará de linguagem mais centrista? Vamos recordar o exemplo da Liga Eleitoral Católica e pressionar os candidatos a tirarem suas máscaras pré eleitorais.

O maior sucesso eleitoral católico de nossa História

Uma das maiores conquistas dos católicos, na História do Brasil do século XX, foi a fundação e o êxito da Liga Eleitoral Católica.

Um breve retrospecto que, certamente, não se encontrará nas cartilhas petistas, na midia alinhada, nem no falso Centrão:

“A Liga Eleitoral Católica (LEC) (29), tinha “a finalidade de orientar o voto católico nas eleições para a Assembleia Nacional Constituinte (1933). Esta apresentaria aos candidatos dos vários partidos um conjunto de exigências, denominadas “reivindicações mínimas”, para que se com­prometessem a agir como católicos no Parlamento. Foi nomeado presidente da LEC Pandiá Calógeras, e secretário-geral, Alceu Amoroso Lima.” https://www.pliniocorreadeoliveira.info/Cruzado0203.htm

“A Liga apresentava aos vários Partidos um programa católico mínimo, cujos tópicos cada candidato deveria se comprometer por escrito a respeitar caso fosse eleito. Excepcionalmente, conforme as circunstâncias peculiares de cada Estado, a LEC podia, sem prejuízo de seu caráter extrapartidário, apresentar ela mesma candidatos próprios.”

“O sucesso que obteve foi marcante. Com seu apoio se elegeram, em todo o Brasil, dezenas de deputados. Talvez em nenhum lugar seu sucesso foi tão significativo como em São Paulo, onde foi eleito, com 24.017 votos, o jovem líder católico Plinio Corrêa de Oliveira, que já desempenhara papel de grande importância nas conversações para a fundação da LEC.” https://www.pliniocorreadeoliveira.info/MAN_19330115_LEC.htm

***

Ainda há tempo para salvar o Brasil dos camaleões da esquerda e do falso Centrão.

Nossa Senhora Aparecida proteja a Terra de Santa Cruz!

Fonte: https://panampost.com/mamela-fiallo/2022/01/27/nancy-pelosi-abortos-reeleccion/

Deixe uma resposta