Destaques


1 – CUBA E COREIA DO NORTE: CHANTAGEM A MÉDICOS E DIPLOMATAS
2 – ALERTA OCIDENTE: GARRAS CHINESAS TAMBÉM NA UE
3 – BISPOS INGLESES COMEMORAM O “DIA DA MEMÓRIA DO TRANSGÊNERO”
4 – CUBA, EXEMPLO DO CINISMO COMUNISTA

Para alternar entre os tópicos, utilize os botões “Anterior” e “Próximo” abaixo:

1Cuba e Coreia do Norte: chantagem a médicos e diplomatas

Em estilo idêntico a Stalin, Kim Il-sung erigiu um culto à personalidade em torno de si mesmo, purgando o Partido dos Trabalhadores da Coreia de todos os dissidentes e banindo os designados inimigos de classe para uma rede de campos de trabalhos forçados, os infames kwanliso. Na foto população obrigada a visitar a colina de Mansu na capital de Pyongyang e prestar culto diante da estátua do ditador Kim Il-sung

Recente notícia de g1.globo, 1 de janeiro, informa que o “diplomata norte-coreano de mais alto escalão na Itália fugiu e vive escondido. A afirmação foi feita pelo deputado sul-coreano Kim Min-ki, nesta quinta-feira (3), depois de uma reunião a portas fechadas com os serviços de Inteligência de Seul”.

“À maioria dos diplomatas norte-coreanos que trabalha em outros países se pede que deixe seus familiares – em geral os filhos – na Coreia do Norte para evitar que desertem enquanto trabalham no exterior”.

“O último diplomata norte-coreano de alto escalão a desertar foi Thae Yong-ho, que abandonou seu posto de número dois da embaixada da Coreia do Norte em Londres, em 2016”.

* * *

Vimos, recentemente, pelas declarações de profissionais do Mais Medicos que Cuba chantagea seus enviados aos Exterior separando-os de suas famílias.

Onde está a Comissão de Direitos Humanos da ONU, estão coniventes com esse tipo de sequestro dos filhos de diplomatas?

Fonte: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2019/01/03/embaixador-interino-da-coreia-do-norte-na-italia-desertou.ghtml

2Alerta Ocidente: garras chinesas também na UE

Apetite do dragão marxista chinês

Luiz Felipe Alencastro do Notícias UOL, 31 de dezembro, comenta: “No quadro das Nova Rota da Seda, agrupando rotas terrestres e marítimas entre a China e a Europa, com cerca de um trilhão de dólares de investimentos chineses previstos, Pequim também avança seus peões na União Europeia (UE)”.

“Comprando terminais portuários na Grécia, na Espanha, na Itália e na Bélgica, as empresas públicas chinesas já controlam 10% da atividade portuária da UE. Nos Balcãs e na Europa Central, a China organizou o grupo dos 16 + 1 que reúne países membros e não membros da UE num plano de investimentos em infraestruturas e alta tecnologia”(1).

* * *

Tudo começou com a nefasta política otimista de Nixon em suas viagens a Pequim e Moscou (2); em consequência a burguesia capitalista do mundo livre despejou indústrias, tecnologia de ponta na China.

A China investe em pontos estratégicos aqui também. Alerta Brasil!


Notas:
1 – https://noticias.uol.com.br/blogs-e-colunas/coluna/luiz-felipe-alencastro/2018/12/31/xi-jinping-e-a-reinvencao-da-china-imperial.htm
2 – https://www.pliniocorreadeoliveira.info/FSP%2077-01-03%20Thiobacillus.htm

3Bispos ingleses comemoram o “dia da memória do transgênero”

Catholicherald, de 22 de dezembro, noticia que a Conferência Episcopal da Inglaterra e do País de Gales comemorou o “Dia da Memória Transgênero””.

“Um tweet da conta oficial da conferência dos bispos ofereceu orações por “todas as pessoas que estão pouco à vontade com seu gênero, procuram mudá-lo, sofrem por isso e foram perseguidas e também mortas””.

“Todas as pessoas são amadas por Deus e valorizadas em sua inerente dignidade concedida por Deus” (sic), acrescentaram.

A notícia informa também que a Conferência Episcopal “recebeu fortes críticas” online, inclusive de membros do Clero.

* * *

Teriam os bispos ingleses se esquecido da terrível perseguição a milhares e milhares de católicos em países do Oriente, África, China? Também estes não têm a “inerente dignidade concedida por Deus”?

Fonte: https://catholicherald.co.uk/news/2018/11/22/bishops-transgender-day-tweet-criticised/

4Cuba, exemplo do cinismo comunista

Raul Castro ao lado do presidente cubano, Miguel Diaz-Canel.

BBC News, 2 de janeiro, “Em 2017, o Sr. Trump (fez) reimposição de certas restrições de viagens e comércio facilitado pelo governo anterior (Obama) dos EUA”.

“Novamente, o governo dos EUA parece estar no caminho para confrontar Cuba e apresentar nosso país pacífico e inclusivo como uma ameaça para a região “, disse Castro, vestido com seu uniforme militar, em uma cerimônia realizada perto do túmulo de Fidel”.

“Castro acusou “a extrema direita” na Flórida — onde muitos exilados cubanos vivem — de “confiscar a política dos EUA em relação a Cuba”.

“Coexistir de forma civilizada”?

“Reitero a nossa vontade de coexistir de forma civilizada, apesar das nossas diferenças, numa relação de paz, respeito e benefício mútuo com os Estados Unidos”.

* * *

A pantomima democrática continua sendo encenada por Raúl Castro, pois, ainda é o chefe do Partido Comunista de Cuba, cabendo ao atual presidente cubano Miguel Díaz-Canel a mera função de sombra.

Um ditador (Raul), sucedendo a outro ditador, (Fidel) fala de coexistir de forma civilizada com as nações livres. Por que não faz o mea culpa do milhares de fuzilamentos no “paredón”? E da “escravidão” aplicada aos médicos cubanos?

Fonte: https://www.bbc.com/news/world-latin-america-46732788

Deixe um comentário!