Destaques


1 – “ACORDO PROVISÓRIO” VATICANO-CHINA APERTA O CERCO SOBRE OS BISPOS FIÉIS À ROMA
2 – OPÇÃO DE GÊNERO: ALEMANHA SE DOBRA FACE À DITADURA DAS EXCEÇÕES
3 – ESCOLA SEM PARTIDO: SE A ESQUERDA PROTESTA … JÁ É BOM SINAL
4 – BRASIL E ARGENTINA FIRMAM DECLARAÇÃO: BOM COMEÇO

Para alternar entre os tópicos, utilize os botões “Anterior” e “Próximo” abaixo:

1 “Acordo Provisório” Vaticano-China aperta o cerco sobre os bispos fiéis à Roma

“Pequim, China, 14/12, (CNA / EWTN News) – Dois bispos clandestinos (fiéis à Roma) da China concordaram em se afastar em favor dos bispos da Associação Católica Patriótica Chinesa, na sequência de um acordo assinado entre a Santa Sé e o governo chinês”.

“AsiaNews informou 13 de dezembro que o bispo Vincent Guo Xijin de Mindong (Ningde) concordou em se tornar bispo auxiliar e que o bispo Vincent Zhan Silu (da igreja patriótica) se tornará bispo de Mindong”.

“O acordo foi feito em uma reunião na Casa de Hóspedes do Estado Diaoyutai, em Pequim, na presença do arcebispo Claudio Maria Celli, presidente emérito do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais”.

“Na mesma reunião, o arcebispo Celli anunciou que o bispo Peter Zhuang Jianjian (fiel à Roma), de Shantou, dará lugar ao bispo Joseph Huang Bingzhang (da igreja patriótica).

* * *

Resumindo, como fruto do “acordo provisório”, os bispos fiéis à Roma renunciam às suas dioceses cuja direção passará a bispos da igreja patriótica do regime comunista chinês.

Além de carta do Cardeal Pietro Parolin, também Mons. Celli teria dito a Mons. Guo que o próprio Papa Francisco pede este gesto de obediência “e de sacrifício pela situação geral da Igreja chinesa”.

Fonte: https://www.catholicnewsagency.com/news/after-china-deal-two-underground-bishops-step-down-at-vaticans-request-25274

2Opção de gênero: Alemanha se dobra face à ditadura das exceções

Estamos assistindo à uma verdadeira ditadura das exceções. Nem se trata mais de minorias, agora são as exceções que dão as cartas e impõem as leis.

“O parlamento alemão aprovou uma terceira opção de gênero em documentos oficiais para pessoas “intersexuais” que não se identificam como homem ou mulher e que podem nascer com uma anatomia sexual atípica”.

“O governo alemão em agosto votou a introdução da terceira categoria de “vários”, ao lado de homens e mulheres, em certidões de nascimento e outros documentos”.

“A decisão seguiu uma apelação do tribunal (Tribunal Constitucional Federal) interposta por um intersexo adulto e disse que os tribunais e as autoridades estaduais não deveriam mais obrigar as pessoas intersexuais a escolher entre se identificar como homem ou mulher”.

É uma agenda da qual não se conhece o ponto final

“Ativistas LGBT dizem que a medida não vai longe o suficiente. Eles querem novas leis que tornem mais fácil para as pessoas que não se identificam com o gênero com o qual nasceram mudar isso em documentos oficiais”.

* * *

Ninguém conhece o ponto final da agenda homossexual. Feita a primeira concessão reivindicam a segunda e assim indefinidamente.

Fonte: https://www.reuters.com/article/us-germany-lgbt-rights/german-parliament-approves-third-gender-option-idUSKBN1OD287

3Escola Sem Partido: se a esquerda protesta … já é bom sinal

UOL Noticias, 15/12 mostra como o Escola Sem Partido impacta a sociedade.

As reações da esquerda – em defesa do status quo da Educação brasileira (vale dizer educação nos moldes petistas) — são um atestado do bom caminho que o Brasil começa a adotar.

Assim, “Andressa Pellanda vê o projeto (Escola Sem Partido) como algo negativo: “Já existe um impacto visível dentro da sala de aula: uma prerrogativa quase inquisitória (sic), que deixa os professores acuados. A aprovação [da lei] pode fortalecer esse movimento, mas ele já vem acontecendo e impacta negativamente a relação entre professores e alunos, prejudicando a qualidade da educação””.

Exemplos de doutrinação petista na Escola

A noticia UOL prossegue com o depoimento de Simone de Oliveira, do grupo Mães pelo Escola Sem Partido:

“Ela dá o exemplo de quando o filho falou (repetindo o que foi dito em aula) que, na época do governo militar, todos os opositores foram presos e torturados. Ela (Simone) fez a ressalva de que alguns foram presos e torturados, mas não todos. E foi à escola conversar, dizendo que o material didático havia passado do ponto.

“Voltou à instituição quando o professor de geografia da filha falou sobre neoliberalismo, os possíveis ministros do presidente eleito Jair Bolsonaro, o MST (Movimento dos Sem Terra) e explicou por que votaria no PT. “Acho que ele extrapolou, foi além do necessário. Não fazia parte da matéria, era simplesmente sua opinião”.

* * *

Se a esquerda protesta já é um bom sinal de que estamos no caminho certo. Os pais começam a acordar para as consequências de 13 anos de ditadura petista.

Fonte: https://educacao.uol.com.br/noticias/2018/12/15/escola-sem-partido-como-projeto-para-o-bem-ou-mal-ja-impacta-a-educacao.htm

4Brasil e Argentina firmam declaração: bom começo

ID:139293803

Noticias UOL, 18/12: “Argentina e Brasil assinaram nesta terça-feira uma declaração sobre convergência regulatória e facilitação do comércio depois da participação dos dois países na cúpula de presidentes do Mercosul realizada em Montevidéu.”
A declaração visa “o aperfeiçoamento das iniciativas bilaterais já existentes”.

A noticia informa também que “a Venezuela está suspensa de todos os direitos e obrigações inerentes à sua condição de membro, conforme está disposto no Protocolo de Ushuaia sobre o compromisso democrático no bloco”.

* * *

É um bom começo ver os dois maiores países da América do Sul estreitarem relações fora dos grilhões do petismo e kirchnerismo.

Em boa hora o Mercosul excluiu a ditadura venezuelana.

Como tantas vezes escreveu o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira a América Latina tem sua missão providencial: esse é um bom “norte” para o governo Bolsonaro.

Fonte: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2018/12/18/argentina-e-brasil-assinam-declaracao-para-facilitacao-do-comercio.htm

6Curtir isso:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here