Este ainda será um grande País!

      Nestes tempos em que o Brasil conservador e autêntico se levanta contra a esquerda é de suma importância visualizar bem claramente o que somos nós, o que é o Brasil.

      As grandes manifestações populares de 26 de maio, em centenas de cidades brasileiras, mobilizadas em torno das Redes Sociais (não pela mídia) mostram, mais uma vez, o quanto o Brasil autêntico está vivo, vigilante, atuante.

Fica provado, mais uma vez, que os “políticos profissionais” fazem o jogo da esquerda e tentam paralisar o Brasil, criar impasses, desanimar a reação conservadora.

Retomamos os comentários do Prof. Plinio Corrêa de Oliveira sobre o Brasil, sua alma nacional, sua missão histórica, seu papel no concerto das Nações.

O que é a alma brasileira? Como reconstruir o Brasil?

     “A alma brasileira resulta da transplantação, para novos climas e novos quadros, destes valores eternos e definitivos (ensinados pela Igreja) que, precisamente porque definitivos e eternos, podem ajustar-se a todas as circunstâncias contingentes, sem perderem a identidade substancial consigo mesmo.

     “A perfeita formação da alma brasileira comporta, pois, duas tarefas essenciais, uma que mantenha sempre intactos os fundamentos de nossa civilização cristã e ocidental e outra que ajuste esses fundamentos às condições peculiares a este hemisfério.

Esta predestinação se afirma na própria configuração de nossos panoramas

     “Talvez não fosse ousado afirmar que Deus colocou os povos de sua eleição em panoramas adequados à realização dos grandes destinos a que os chama. E não há quem, viajando por nosso Brasil, não experimente a confusa impressão de que Deus destinou para teatro de grandes feitos esse País cujas montanhas trágicas e misteriosas penedias parecem convidar o homem às supremas afoitezas do heroísmo cristão, cujas verdejantes planícies parecem querer inspirar o surto de novas escolas artísticas e literárias, de novas formas e tipos de belezas, e na orla de cujo litoral os mares parecem cantar a glória futura de um dos maiores povos da Terra.

     “Quando nosso poeta cantava que “nossa terra tem palmeiras onde canta o sabiá, e que as aves que aqui gorjeiam não gorjeiam como lá“, percebeu, talvez confusamente, que a Providência depositou na natureza brasileira a promessa de um porvir igual ao dos maiores povos da Terra.

    E hoje, que o Brasil emerge de sua adolescência para a maturidade, (…) inútil é dizer que as dimensões materiais do Brasil não são (apenas) uma figura de magnitude de seu papel providencial.

O Brasil tem uma missão providencial (que a esquerda quer destruir)

  “A missão providencial do Brasil consiste em crescer dentro de suas próprias fronteiras, em desdobrar aqui os esplendores de uma civilização genuinamente Católica, Apostólica Romana, e em iluminar amorosamente todo o mundo com o facho desta grande luz, que será verdadeiramente o “lumen Christi” que a Igreja irradia.

    “Nossa índole meiga e hospitaleira, a pluralidade das raças que aqui vivem em fraternal harmonia, o concurso providencial dos imigrantes que tão intimamente se inseriram na vida nacional, e mais do que tudo as normas do Santo Evangelho, jamais farão de nossos anseios de grandeza um pretexto para jacobinismos tacanhos, para racismos estultos, para imperialismos criminosos. Se algum dia o Brasil for grande, sê-lo-á para bem do mundo inteiro”.

* * *

    Temos aqui, portanto, uma clara indicação de como devem ser nossas prioridades nas relações internacionais para que o Brasil continue sempre a ser ele mesmo. Saibamos escolher as nossas alianças internacionais, defender a nossa soberania sobre a integridade de nosso território, preservar e valorizar a identidade nacional. As nações europeias estão sendo desfiguradas pela imigração descontrolada, formando bolsões inassimiláveis.

     No plano interno, se  Brasil quer ser ele mesmo, temos uma clara indicação que é pela fidelidade aos princípios morais que o Brasil será a grande potência a serviço da Fé e exemplo para nossos irmãos latino americanos. Os Valores Morais são os tijolos e a argamassa com que se construirá o verdadeiro Brasil.

      Nossa Senhora Aparecida nos guie e ilumine para realizarmos a nossa providencial missão para nosso bem, da América e do Mundo inteiro.

Ver a íntegra do artigo em https://www.pliniocorreadeoliveira.info/Disc_Congr_Eucar_42_teste.htm

 

Deixe uma resposta