Não corrompam nossas crianças através da “Ideologia de Gênero”

A Ação Jovem do IPCO está promovendo uma campanha nacional de abaixo-assinados que serão enviados para o Presidente Michel Temer pedindo a exclusão da satânica "Ideologia de Gênero" da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Clique aqui e assine já!

Montevideu: cartazes anunciando fim do mundo

Os profetas do derretimento da calota antártica estão passando tão mal quanto o pastor Harold Camping que profetizou o fim do mundo para 21 de maio de 2011, comentou, não sem bastante ironia, em sua coluna na revista “Forbes”, James M. Taylor, membro sênior da política ambiental do Instituto Heartland.

Há poucas semanas, o “Palm Beach Post” republicou um artigo escrito no ano de 1979 por Steven Schneider, um dos mais destacados alarmistas do aquecimento global dos últimos 30 anos.

Schneider defendia que o manto de gelo da Antártida ocidental poderia derreter antes do ano 2000 e inundar as costas americanas, atingindo até 25 metros acima do nível do mar.

Obviamente, o fim do mundo não aconteceu, e o pastor ficou entre envergonhado e desapontado. Tampouco o gelo da Antártida ocidental derreteu e cidades como Nova York não desapareceram, mas os alarmistas não tiveram rubor na cara.

James M. Taylor, Heartland Institute

O caso de Steven Schneider, diz Taylor, foi apenas o mais espetacularmente errado. Houve outros que também tocaram o fundo do poço.

O especialista do Heartland Institute cita o caso de Mark Serreze, pesquisador do instituto federal americano National Snow and Ice Data Center. Em junho de 2008 ele anunciou que no verão do ano seguinte o Pólo Norte poderia ficar totalmente sem gelo.

A mídia – comenta Taylor – informou sobre a previsão de Serreze com um frenesi raramente igualado até mesmo entre os meios mais exaltados pelo aquecimento global.

Os alarmistas do aquecimento global se alinharam em massa para defender a profecia de Serreze. E outros mais zelosos acharam que a teoria de Serreze era conservadora demais.

Por exemplo, Peter Wadhams, chefe do Grupo de Física para o Oceano Polar, da Universidade de Cambridge, declarou em 27 de junho de 2008: “As pessoas estão esperando que isso [o derretimento do Ártico] aconteça este ano… mas é provável que o Pólo Norte fique sem gelo já neste verão, se é que não acontece antes”.

Talvez Wadhams não pensou que enquanto ele falava o verão já tinha começado no Hemisfério Norte, e que era cronologicamente impossível que o não derretido Pólo Norte derretesse “antes”, a menos que os relógios girassem para trás.

Mais, estas “mesquinharias” da lógica – invenção de céticos pagos por multinacionais – não interessam aos porta-vozes dos gemidos de Gaia…

“The day after tomorrow” de Roland Emmerich,
explorou o pânico “verde”

Taylor aponta que o Pólo Norte nunca chegou perto de fusão total e que o Oceano Ártico cobria 1,650 milhão de milhas quadradas no fim do mundo ártico de 2008.

O pastor Camping ficou aborrecido pelo não cumprimento de sua profecia sobre o fim do mundo, mas agora acha que só errou a data e já fala em 21 de outubro de 2011! Mais recentemente, o desgosto o levou ao hospital.

O gesto disparatado parece ser imitado pelos profetas do derretimento do Pólo Norte, diz Taylor. Talvez – observamos nós – fosse mais correto até supor que o pastor imita os apocalípticos climáticos que o precederam no terreno da profecia.

Eles agora defendem que a previsão está correta no essencial, mas que o erro é só uma questão de calendário. E passaram a anunciar que o Ártico vai estar essencialmente livre de gelo até 2020 ou 2030.

David Viner, pesquisador da Universidade de East Anglia (Reino Unido), alegou em 2000 que em poucos anos “as crianças não saberiam o que é a neve”, de tal maneira ficaria um fenômeno “muito raro e emocionante”.

Nisto ele não diferia muito do proeminente alarmista Robert F. Kennedy Jr. em seus anúncios de 2008.

Bluffs sobre desmatamento são matéria de charges

Porém, opostamente à expectativa deles, os dois últimos invernos do Hemisfério Norte foram dos mais rigorosos da História.

O Pólo Norte fica longe do Brasil e a neve é muito procurada pelo turismo interno no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Por isso o caso impressiona-nos pouco.

Mas o que preocupa é a sem-cerimônia com que nossos alarmistas espalham bluffs, como os relativos ao desmatamento e ao CO2, tão desprovidos de base real quanto os do derretimento do Pólo Norte ou do fim das nevadas.

Os bluffs diferem na forma, mas não no método.

Na prática, visam a uma mesma coisa: impor um dirigismo total que estrangule a propriedade privada e a iniciativa particular.

Ou seja, sob pretexto de ambientalismo, utilizando slogans de sabor religioso-panteísta como os da Campanha da Fraternidade 2011 e da “Nova Era” sobre a Mãe Terra e Gaia, fazer o que os acólitos de Marx, da Teologia da Libertação, do MST e de grupos congêneres inspirados pela CNBB não conseguiram.

O futuro do Brasil está em jogo, e hoje a disputa mais em foco gira em torno do futuro Código Florestal. O Leviatã socialo-comunista dirigista apenas trocou de cor e aparências.

Não corrompam nossas crianças através da “Ideologia de Gênero”

A Ação Jovem do IPCO está promovendo uma campanha nacional de abaixo-assinados que serão enviados para o Presidente Michel Temer pedindo a exclusão da satânica "Ideologia de Gênero" da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Clique aqui e assine já!

8 COMENTÁRIOS

  1. Só uma perguntinha aos comentaristas: o que vocês sentem na pele aí onde moram?
    Quanto à minha cidade, um dos lugares considerados mais quentes, com fama nacional, o que vem acontecendo nos últimos anos, principalmente em 2010 e 2011, é de decepcionar quem vem aqui a turismo, pensando no afamado calor, pois tem havido, isso sim, um “frio lascado”, muito maior que a média historica. Brrrrrrrrrrrrrrrr!

  2. @amauri oliveira
    Só que, meu caro Amauri, você se esqueceu do obvio: não estamos sofrendo os efeitos anunciados pelos alarmistas. Pior você estigmatizou eminentes personalidades como os que você citou na mesma vala comum dos profetas ambietalistas alarmistas fracassados.
    Os alarmistas só terão razão quando demonstrarem que estamos com os pés cobertos de água. Por enquanto, aqui em São Paulo, ainda não chegou aquele aquecimento tão propalado pelos alarmistas. Até seria bem-vindo, porque o frio aqui está de congelar os ossos.

  3. Prezado comentarista,
    Não compreendi bem seu texto, pois a principio denota embasá-lo em interpretações de leigos (pastor) e depois destaca a inconsistencia. Agrupa ainda textos parecendo-me recortado de textos lançados na internet.
    Bem, na semana passada assisti palestra proferida pelo dr. Sergio Besserman (economista), dra. Malu Villela (FGV) e Marcio Nahuz (pesquisador IPT) e foram unanime em comentar que caminhamos a passos largos para uma situação desfavorável.
    Acredito que empatamos nas versões, ou seja, sua interpretação e a minha interpretação

  4. Prezado Articulista,
    Parece que o sr. se esqueceu de mencionar outro tipo de profeta alarmista: os defensores de códigos florestais à ultrança.
    Acho que eles propõem um modo de vida meio tribal em que todos convivem felizes com a natureza, sem desigualdes, sem privilégios de classes, sem propriedades, sem governo etc.

  5. Artigo excelente. Com dados muito concretos, comentados com precisão e verve, põe a nu essa balela ambientalista que vai se configurando como sendo um comunismo metamorfoseado. A pretexto de ambientalismo querem nos impor um padrão de vida miserabilista, tipo cubano. Quem está por detrás dessa manobra?

  6. Cadê a Philosofya que deveria reger o Pensamento do Ser Humano? Foi descartada nos curriculuns escolares, não é mesmo? Estarrece-me verificar que a Humanidade continua na idade das trevas! Aparece alguém que diz que o café faz mal, ninguém compra café; se aparece alguém dizendo que ele cura até Câncer, acaba o café no mercado! Gente, onde está a nossa capacidade de pensar para discernirmos e argumentarmos teorias que, visivelmente servem a grupos econômicos e políticos? Só sabemos dizer: OH!!! e tudo bem? Com licença, vou ver novela!

  7. A palavra de deus fala: “Vigiai, pois não sabeis nem o dia nem a hora em que o filho do homen há de vir.” Mat 25,13
    É realmente os finais do tempo pois Jesus falou que muitos profetas viriam e falariam coisas que não vem de Deus,. Como é possivel que esses pastores possam falar o dia final , se nem mesmo Jesus o sabe. Somente o Pai Celestial sabe a hora e o dia. Portanto devemos estar preparados e viagiar. Jesus voltará!! Vem Jesus.
    Luisa

  8. Prezado articulista

    Acima de pseudos paixoes politicas e teocracismo de ocasiao de ditas lideranças mantidas pelo dinheiro público de nossa pesada e absurda carga tributária,alem de ditas intelizentisias nacionais o futuro do planeta esta em maos da Humanidade e seus lideres mundiais,
    portanto caso mantenha-se o descaso e destruição pouição ambiental patentes e comprovadas por sensoramento remot de satelites em orbitas geo-estacionarias ao redora daTerra,
    A Humanidade pagara certamente o preço alto de sua dissidia e mesquinhez além da ambição humana desmedida e suicida, em sua ansia incontida e incontrolavel por recursos naturais nao renovaveis.
    Todos os alertas foram dados pela propria natureza a nivel global,s e transcedem codigos florstais e demais iniciativas humanas em politicas ambiguas de destruir para obter lucros que nao serão nunca perenes.
    A Fome alem da falta de Agua em vastas areas d planeta azul Terra ja são ma constante geosocial e ignorada ate ao momento,
    Porem esta era certamente o panorama em futuro noa muito distante caso o alerta da Natureza nao sej visto a s´rio e urgentes meddas realistas e praticas nao sejam adotadas a nivel global,
    O resto é tolo sofisma contra a realidade dura diantede nossos olhos miopes que obscuree a luz dos fatos, e contra tais não havera nunca argumenos validos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome