Os católicos devem ter um “espírito guerreiro”

0

Os católicos devem ter um “espírito guerreiro”, para defender padres punidos por bispos progressistas, como aconteceu com o pe. Altman, comenta LifeSiteNews.

O Pe. Altman foi punido sem justa causa. Ele defende a vida e sustenta que os democratas americanos sendo pró aborto não podem ser católicos. Como é notório Joe Biden e Kamala Harris são ativistas contra a vida inocente.

O Pe. Altman também censurou os bispos que fecharam igrejas e impediram a distribuição dos Sacramentos; ele julgou um ato de “covardia” deixar de ministrar o Pão dos Anjos aos fieis.

As virtudes cardeais

Recomendar “espírito guerreiro” aos católicos pode parecer a alguns, de formação superficial, um exagero. As 4 virtudes cardeais, pilares de nossa vida espiritual, incluem a Fortaleza ao lado da Temperança, da Prudência, da Justiça. A combatividade deriva da Fortaleza.

“São Paulo, compreendendo e vivendo integralmente a vida de um apóstolo, em uma de suas epístolas, usou de uma frase que bem define o que é a vida do defensor da fé, do católico consciente de sua missão sobre a terra: “Bonum certamen certavi – Combati o bom combate”. Porque a vida do católico é uma luta sem tréguas nem acomodações.”

Luiz Veuillot teve uma frase feliz. Disse que se São Paulo viesse de novo à terra tornar-se-ia jornalista. Sim, São Paulo tornar-se-ia jornalista. Mas jornalista intransigente pela verdade. Ou, em outras palavras, suas epístolas tornar-se-iam artigos intransigentes na defesa de todas as verdades e fulminantes na condenação de todos os erros. Não é difícil imaginar que artigos santa e impetuosamente veementes escreveria aquele mesmo São Paulo que certa vez escreveu numa de suas epístolas: “Irei a vós de chicote em punho” (vide 1Cor. 4, 21 – n.d.c.).” https://www.pliniocorreadeoliveira.info/LEG_390122_conversao_sao_paulo.htm#.YO7j_j2SmMo

Resistir não é ato de rebeldia

“Resistir significa que aconselharemos os católicos a que continuem a lutar contra a doutrina comunista com todos os recursos lícitos, em defesa da Pátria e da Civilização Cristã ameaçadas.

“Resistir significa que jamais empregaremos os recursos indignos da contestação, e menos ainda tomaremos atitudes, que em qualquer ponto discrepem da veneração e da obediência que se deve ao Sumo Pontífice, nos termos do Direito Canônico.

“Resistir, entretanto, importa em emitir respeitosamente o nosso juízo, em circunstâncias como a entrevista de Mons. Casaroli sobre a “felicidade” dos católicos cubanos.” https://www.pliniocorreadeoliveira.info/MAN%20-%201974-04-08_Resistencia.htm#.YO735T2SmMo

Em defesa da Fé na América


“13 de julho de 2021 (LifeSiteNews) – Neste episódio do The John-Henry Westen Show, falo com a advogada católica Liz Yore sobre a Coalizão para Padres Cancelados (suspensos), que foi fundada para defender o clero que está sendo perseguido por ensinar fielmente a doutrina da Igreja. Ela exorta os leigos a se unirem e se mobilizarem em prol de sacerdotes sagrados como o padre James Altman, que foi recentemente “cancelado” por seu bispo William Callahan.

Elizabeth Yore não é apenas advogada e fundadora do Yore Children, um grupo de defesa dos direitos da criança, mas também é uma líder na defesa da fé na América.
“Yore me contou como ela foi inspirada a apoiar a Coalizão para Padres Cancelados. “Sinto que este é um momento em que todas as forças estão se aproximando da Igreja e precisamos de nossos bons e santos padres”. Ela diz que os leigos disseram “basta” para destruir a Igreja, e que eles não ficarão de braços cruzados enquanto alguns bispos tentam roubar nosso clero ortodoxo (fiel à doutrina da Igreja Católica).”

Ela também me disse que é “absolutamente crítico continuarmos a apoiar o padre Altman enquanto ele fala em nome do bebê no útero”. Ela destaca como a batalha atual na Igreja e no mundo “tudo se torna realidade”, e nota que pe. Altman foi um líder ao chamar políticos democratas de “católicos” pró-aborto.

Apostolado importante: retornar os católicos à Igreja

“Yore descreve ainda maneiras pelas quais todo católico pode ajudar os padres perseguidos. Ela afirma que os fiéis “devem parar de doar para paróquias infiéis” e, em vez disso, usar seus recursos financeiros para apoiar o clero “cancelado”. Ela apela aos leigos para causar “uma mudança de paradigma” para retomar a cultura “indo para a rua e lutando pela verdade”.”

Mais importante ainda, Yore incentiva homens e mulheres de todas as idades a “explorar essa … imaginação católica” e trabalhar para trazer os fiéis de volta à Igreja e continuar lutando nesta “batalha épica”.

***

Repetimos, essa reação, essa resistência aos maus Pastores é baseada na mais pura doutrina da Igreja com atesta o Manifesto publicado pela TFP por ocasião da Ostpolitik Vaticana. Acesse aqui. https://www.pliniocorreadeoliveira.info/MAN%20-%201974-04-08_Resistencia.htm#.YO735T2SmMo

Fonte: Catholics must have a ‘warrior spirit’ to defend canceled priests like Fr. Altman | Blogs | LifeSite (lifesitenews.com)

Deixe uma resposta