Em artigo de minha autoria, publicado neste site em 1/11/11, publiquei, tendo como fonte a notícia http://www.acidigital.com/noticia.php?id=22707, que a PepsiCo estava utilizando em suas bebidas “restos de fetos abortados” (cfr.: Pepsi utiliza restos de fetos abortados em suas bebidas).

Quero aqui corrigir uma imprecisão, a bem da verdade. O correto é que a mesma empresa estava utilizando “células embrionárias retiradas dos rins de fetos abortados”, o que ainda assim continua sendo algo muito grave.

Tanto uma coisa quanto outra não deveria ser utilizada em bebidas…

9 COMENTÁRIOS

  1. Gabriel, sou totalmente contra o uso de células embrionárias de bebês abortados. Sou contra o aborto, e muitas outras coisas, mas preciso dizer que a matéria sobre a Pepsi ainda não está totalmente esclarecida em português…
    O leitor que não pesquisa mais a fundo fica com a impressão de que a própria Pepsi utiliza células humanas na fabricação do refrigerante.

    A Pepsi utiliza o laboratório de pesquisa Senomyx. No website da Senomyx, eles explicam que os programas de pesquisas de sabor (e aqui faço um tradução simples das palavras do laboratório) “concentram-se na descoberta e desenvolvimento de ingredientes saborosos, de sabores doces e salgados, que se destinam a permitir a redução de monossódio glutamato (MSG), açúcar e sal em produtos alimentares e bebidas. Usando receptores humanos de sabor isolados, criamos sistemas de ensaio baseados no receptor gustativo que fornecem uma leitura bioquímica ou electrônica quando um ingrediente de sabor interage com o receptor.”

    O que a empresa não revela é que está “usando HEK293 – células embrionárias do rim retirado de um bebê abortado eletivamente para produzir esses receptores.

    A matéria completa pode ser lida no link abaixo, em inglês.
    http://thenewamerican.com/culture/faith-and-morals/9596-pepsi-getting-heat-for-use-of-aborted-fetal-cells-in-flavor-research

  2. Ah, tá, achei que essa notícia era só um viral feito por algum engraçadinho ou por algum concorrente com a finalidade de balançar as vendas da rival. Não sabia que era verdade.

    Gente, acorda. Pense comercialmente: imagine o transtorno de pagar para retirar células de embriões abortados (encontrados no lixo ou em clínicas de aborto patrocinadas pela Pepsi?).

    Acordem.
    Ao invés de discutir notícias malucas e sem sentido, vamos pensar e conversar a respeito da nossa realidade política e cultural.
    Pra frente, Brasil!

  3. A coisa é TOTALMENTE VERDADEIRA. A maior fabricante de sopas enlatadas dos EUA, Campbell Soup já rompeu com a Senomyx: “We are no longer in partnership with Senomyx.
    This fact was discussed during the Senomyx conference call with its investors earlier this month.” “The trust we have cultivated and developed over the years with our consumers is not worth compromising to cut costs or increase profit margins.”
    Vejam mais informações em: http://www.cogforlife.org/, organização pró-vida americana que está denunciando tudo isso.

  4. MEU PAI JÁ DIZIA ANTIGAMENTE: COCA-COLA, PEPSI-COLA ETC SÃO TODAS COLAS E NÃO SERVEM PARA NADA A NÃO SER ENVENENAR OS QUE AS BEBEM, E É ISSO QUE A INDUSTRIA QUER: UMA ENVENENA E A OUTRA REMEDIA E A VIDA CONTINUA REMEDIADA……PARA QUEM TEM $$$

  5. Gabriel Ferreira, bom dia! Com o devido acatamento, peço vênia para perguntar: Será verdade? Essa empresa existe há décadas, e sua fórmula é ciosamente guardada (como também acontece com sua famosa rival mais antiga),como é do conhecimento público! Será que tais “células embrionárias” sempre fizeram parte da(s) fórmula(s)? Pela lógica, NÃO !! Isso está muito mal “explicado”; cheira mal. Não é lógico, racional. Mudariam a fórmula, assim sem mais nem menos, para acrescentar tal componente? Embora, é óbvio, se porventura fosse verdade, seria uma abominação!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome