Pró Vida canadenses retomam o exemplo brasileiro da LEC

0

Uma das maiores conquistas dos católicos, na História do Brasil do século XX, foi a fundação e o êxito da Liga Eleitoral Católica.

Um breve retrospecto que, certamente, não se encontrará nas cartilhas petistas, na midia alinhada, nem no falso Centrão:

“A Liga Eleitoral Católica (LEC) (29), tinha “a finalidade de orientar o voto católico nas eleições para a Assembleia Nacional Constituinte (1933). Esta apresentaria aos candidatos dos vários partidos um conjunto de exigências, denominadas “reivindicações mínimas”, para que se com­prometessem a agir como católicos no Parlamento. Foi nomeado presidente da LEC Pandiá Calógeras, e secretário-geral, Alceu Amoroso Lima.” https://www.pliniocorreadeoliveira.info/Cruzado0203.htm

“A Liga apresentava aos vários Partidos um programa católico mínimo, cujos tópicos cada candidato deveria se comprometer por escrito a respeitar caso fosse eleito. Excepcionalmente, conforme as circunstâncias peculiares de cada Estado, a LEC podia, sem prejuízo de seu caráter extrapartidário, apresentar ela mesma candidatos próprios.”

“O sucesso que obteve foi marcante. Com seu apoio se elegeram, em todo o Brasil, dezenas de deputados. Talvez em nenhum lugar seu sucesso foi tão significativo como em São Paulo, onde foi eleito, com 24.017 votos, o jovem líder católico Plinio Corrêa de Oliveira, que já desempenhara papel de grande importância nas conversações para a fundação da LEC.” https://www.pliniocorreadeoliveira.info/MAN_19330115_LEC.htm

Canadá retoma ideia da LEC

Se bem que de forma menos abrangente do que a LEC o “Guia eleitoral pró-vida do grupo canadense” repete a ideia da Liga Eleitoral Católica que tanto êxito teve nas eleições para a Assembleia Constituinte de 33. Osvaldo Aranha, o segundo homem da política Vargas, declarou a D. Leme que a LEC impediu o Brasil de se tornar comunista.

“A bem dizer, se o resultado positivo – isto é, as conquistas alcançadas – foi brilhante, mais brilhante ainda foi o seu resultado negativoFoi a Liga Eleitoral Católica  que evitou o comunismo no Brasil. Sabemos de fonte certa que  o Ministro Oswaldo Aranha  disse, textualmente, o seguinte ao Cardeal-Arcebispo do Rio de Janeiro: “Se os católicos não se tivessem congregado para interferir nas eleições de 1933, o Brasil estaria hoje definitivamente desviado para a esquerda”.

“Realmente, quem ainda se lembra da detestável atmosfera política que reinava antes da Constituinte, concordará com o Sr. Oswaldo Aranha. Foi graças ao esforço eleitoral católico de 1933 que o Brasil não ficou socialista ou mesmo comunista.” https://www.pliniocorreadeoliveira.info/LEG_361236_triste_historia_catolicos_Constituinte34.htm#.YUab_-ySmMo

***


“(LifeSiteNews) – O guia do eleitor de um grupo pró-vida canadense agora endossa 132 candidatos pró-vida em 115 eleições que estão concorrendo na eleição federal de 2021 a ser realizada segunda-feira.”

“Estamos entusiasmados em ver tantos candidatos com sólidas credenciais pró-vida”, disse Jack Fonseca, Diretor de Operações Políticas da Campaign Life Coalition (CLC), à LifeSiteNews. “Encorajamos todos aqueles que apoiam a santidade de toda a vida humana a votar com seus valores e manter os olhos fixos no objetivo – se Deus quiser! – de um Canadá livre de aborto. ”

No geral, há 56 candidatos do Partido Conservador do Canadá (CPC), 40 do Partido do Povo do Canadá (PPC), 23 do Partido da Herança Cristã, 10 Independentes e 3 do Partido Libertário do Canadá que têm classificações pró-vida.

“É um momento emocionante para estar vivo e pró-vida em nosso país. Não importa qual seja o resultado da eleição federal, a Campaign Life Coalition estará aqui, lutando em nome dos não-nascidos por seu direito à vida ”, disse Fonseca à LifeSiteNews.

No Brasil deveria ser ressuscitada a ideia da LEC

Infelizmente, o progressismo e a TL fizeram devastações em nosso Clero. Esperar de boa parte dos Srs Bispos apoio à uma nova LEC é sonho. Entretanto, cresceu em número e influência, o movimento conservador. Somos uma potência. Os conservadores se tornaram referencial.

A ideia de um questionário dirigido aos candidatos, por exemplo nas próximas eleições, seria utilíssimo para orientar o eleitorado conservador.

O leque de perguntas deveria incluir um espectro que abordasse família, propriedade. Revogação do aborto e da ideologia de gênero nas escolas; homeschooling entre outras.

E isso levaria candidatos que escondem suas doutrinas socialistas e anticristãs a se manifestarem. Afinal, o eleitor precisa saber as ideias daqueles que nos pedem votos. Os artifícios da esquerda mudando de legendas ou escondendo ideias socialistas ficariam claros.

Como renovar a Classe Política?

Aconselhamos nossos leitores a recordarem os princípios enunciados pelo Prof. Plinio em seu livro Projeto de Constituição Angustia o País onde são apresentadas sugestões de como renovar a classe política brasileira com a introdução dos idealistas e dos profissionais de diversos setores — em oposição ao político profissional.

Em parte, as últimas eleições de 2018, já são uma aplicação desses conselhos quando novos contributos entraram para a Câmara e Senado fruto da reação anti petista: “quero meu Brasil de volta”.

A ideia que ora renasce no Canadá vem fortalecer a necessidade dos brasileiros fazerem renascer a ideia da LEC adaptada, é claro, ao Brasil de 2021.

Nossa Senhora Aparecida nos ajude no projeto de renovação da classe política, tal qual apontou o Prof. Plinio em seu livro Projeto de Constituição Angustia o País.

Fonte: Canadian group’s pro-life election guide updated with slate of new pro-life candidates – LifeSite (lifesitenews.com)

Deixe uma resposta