Professor da USP refuta mitos e mentiras do ambientalismo

Professor de climatologia na USP Ricardo Augusto Felício
Professor de climatologia na USP
Ricardo Augusto Felício

O professor de climatologia na USP Ricardo Augusto Felício fez doutorado sobre a Antártida e afirma com todas as letras: “o aquecimento global é uma mentira”.

Segundo ele, não existem provas científicas desse fenômeno.

O Prof. Ricardo Augusto Felicio é professor de Climatologia do Depto. de Geografia da USP. Ele é pesquisador da área de Climatologia Antártida e Variabilidade Climática.

O prof. Ricardo mostrou que o nível do mar não está aumentando e que o gelo derrete sim, mas depois volta a congelar, porque esse é o seu ciclo. O professor lembrou ainda que o El Niño, um fenômeno natural, faz esse nível variar cerca de meio metro.

Veja vídeo
Prof. Ricardo da USP:
não há prova do aquecimento global

“O nível do mar continua no mesmo lugar. Primeiro se fosse derreter alguma coisa, teria que ser a Antártida, mas para derretê-la você tem que ter na Terra uma temperatura uns vinte ou trinta graus mais elevados”, explicou o professor que é especialista no clima antártico.

Ricardo também afirmou que o efeito estufa é uma física impossível e que a camada de ozônio é uma coisa que não existe. O professor ainda respondeu perguntas da plateia como se a Amazônia é o pulmão do mundo e se a garoa característica de São Paulo está diminuindo.

Ele fez essas corajosas afirmações de natureza científica com grande conhecimento e segurança no Programa do Jô, na Globo, em 02-05-2012. Sobre o fundo ideologico, politico e religioso da questão ambientalista, recomendamos o blog Verde: a cor nova do comunismo, onde esses aspectos fundamentais são abordados por extenso e com abundante documentação.

Veja e avalie o quilate de suas afirmações na íntegra do programa: