Romenos apoiam em massa a proteção da família na Constituição

    Romenos apoiam em massa defesa da família na Constituição
    Romenos apoiam em massa defesa da família na Constituição.

    Na Romênia, no tempo recorde de um mês e meio, uma iniciativa cidadã para promover uma emenda constitucional que proteja a família reuniu 2 milhões de assinaturas, equivalente a 10% da população nacional!, divulgou Infocatólica.

    O total poderá crescer ainda mais até o vencimento do prazo, em 24 de maio. A meta inicial era conseguir 500.000 assinaturas em seis meses, porque assim o prescreve a legislação romena.

    A coalizão pela família Coalitia pentry Familie visa evitar interpretações enviesadas do artigo 48 da constituição romena, como aliás aconteceu em outros países.

    Para isso ela pede que o artigo reze:

    “A família está fundamentada no matrimônio livremente consentido entre um homem e uma mulher, na igualdade deles e no direito e dever dos pais de garantir o crescimento, a educação e a instrução dos filhos.”

    A proposta deverá ser apresentada por um grupo parlamentar, ser aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado por uma maioria de 2/3, e ratificada em referendo.

    O partido que assumir a apresentação da proposta sabe que, como aconteceu na Polônia e na Hungria, terá de enfrentar uma agressiva pressão da União Europeia, que vai querer passar por cima da soberania popular.

    Mas o povo romeno parece determinado a defender a família, livrando-se dos restos da imoralíssima legislação imposta pela ocupação soviética e ainda vigente em grande medida em países como a Rússia.