Aqueles que já tiveram a covid-19 e se curaram, milhões e milhões de brasileiros — entre os quais, graças a Deus, me incluo — deveriam ser submetidos ao teste de anticorpos IgG, IgM. Essa é também a opinião emitida pelo Dr. Anthony Wong em sua entrevista à Jovem Pan: A vacina contra a Covid-19 é perigosa? Anthony Wong responde.  https://www.youtube.com/watch?v=pZhcD-wF5gI

Convidamos nossos amigos a assistirem essa entrevista, muito esclarecedora, séria, científica e calma sobre a pandemia e uso de vacinas.

Dr. Anthony Wong, inquirido sobre se tomará a vacina, responde: eu sou imune. Ele contraiu a covid-19, se curou e — muito importante — mostra os graves riscos que correm aqueles que já possuem os anticorpos serem cobaias de vacinas.

Não se entende, não é científico, não é lógico que se omita esse ponto decisivo: vamos implementar os testes de anticorpos IgG, IgM. Por que a Midia, o governador Doria e outros simpatizantes da vacina chinesa omitem isso?

E, mesmo que alguém não tenha anticorpos, não é lícito ao Estado tornar obrigatória a vacina e decretar ditatorialmente contrariando a liberdade do homem e o direito sobre o seu ser. Ou será que a condição de “ser livre e inteligente” foi abolida?

Graças a Deus, eu também já sou imune!

***

É notória a queda de infecções e mortes no Brasil nos últimos 50 dias

Desde agosto presenciamos o declínio acentuado da pandemia

O gráfico mostra como o pico da epidemia passou em nosso País. Por mais de 50 dias assistimos a uma queda tanto no número de infectados quanto na média diária de mortos. Segundo o Dr. Wong não se pode contar com uma segunda onda no Brasil antes de maio de 2021. E, recomenda com bom senso, que o Brasil pode esperar que outros países testem as vacinas antes de nós. Temos tempo para verificar qual delas é eficaz, duradoura e segura.

Proceder, precipitamente, como advoga o governador João Doria não se justifica cientificamente. E por que a preferência dele pela vacina chinesa?

A não ser que o governador tenha outras “razões” que a razão ainda não conhece.

Que Nossa Senhora Aparecida livre o Brasil de medidas precipitadas, que envolvam graves riscos de saúde da população, e não obedecem aos rigores científicos já estabelecidos mundialmente nessa matéria.

Deixe uma resposta