Não é necessário ter “bola de cristal”, pertencer aos altos círculos dos conciliábulos políticos ou financeiros para concluir que a atual pandemia é a maior orquestração psico-político-ideológica que o gênero humano jamais conheceu.

Vejamos:

No Brasil, o governador João Doria impõe a obrigatoriedade da vacina chinesa. Nos EUA, porque a vacina tem outra origem (que não a China do PCCh), o governador de esquerda de NY declara que não confia na vacina da administração Trump.

Contradição ou coerência?

Por absurdo que possa parecer é uma contradição coerente. Uma vez que a pandemia está politizada ideologicamente as esquerdas aproveitam as ocasiões para tentar impulsionar sua agenda totalitária, contraditória e coerente com os princípios marxistas: favorecer o Partido, a ideologia de esquerda, essa é a meta que justifica os meios.

O governador João Doria obriga a vacina chinesa

“O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) afirmou nesta sexta-feira, 16, que a vacinação contra a covid-19 no Estado será obrigatória. A afirmação vai de encontro a declarações anteriores do governo federal de que não obrigaria os brasileiros a serem imunizados.”

“Já garanti que aqui os 45 milhões de brasileiros de São Paulo serão vacinados e a vacinação será obrigatória, exceto se o cidadão tiver uma orientação médica e um atestado médico que não pode tomar a vacina. E adotaremos as medidas legais se houver alguma contrariedade nesse sentido”, disse Doria.” (1)

Essa posição do governador de São Paulo vai de encontro e está num confronto direto com o governo Bolsonaro: a vacinação não será obrigatória. “Além disso, afirmou (o Presidente) que o Ministério da Saúde “irá oferecer a vacinação, de forma segura, sem açodamento, no momento oportuno, após comprovação científica e validada pela Anvisa, contudo, sem impor ou tornar a vacinação obrigatória”. (2).

O governador Andrew Cuomo se insurge contra a vacina (que não é chinesa)

“Cuomo, cujo estado (NY) sofreu mais de 34.000 mortes devido à pandemia do vírus CCP, disse durante uma entrevista ao programa “Good Morning America” ​​da ABC que “não estava tão confiante” de que a administração Trump pudesse desenvolver vacinas confiáveis ​​e seguras.” […]

“Você vai dizer ao povo americano agora: ‘Aqui está uma vacina, nova, foi feita rapidamente, mas confie nesta administração federal (Trum) e em sua administração de saúde, que é segura?’

“O que eu disse que vou fazer em Nova York é que vamos reunir nosso próprio grupo de médicos e especialistas médicos para revisar a vacina, a eficácia e o protocolo”, disse ele. (3)

***

Contradição entre a posição dos dois governadores de esquerda? Coerência na ideologia? Ou contradição coerente?

A orquestração internacional da pandemia, o seu grande Maestro tem razões (ocultas) … que a razão ainda não conhece.

Nada ficará encoberto sob o Céu. Mais cedo ou mais tarde a História fará seu juízo sobre a maior mistificação que a Humanidade já experimentou ao longo de milênios.

E ainda pretendem empurrar a Humanidade para o Great Reset!

Brasil, confiança: a pandemia entrou em agonia e os seus propugnadores estão sendo desmascarados.

O Cristo Redentor e Nossa Senhora Aparecida nos ajudem a realizar nossa providencial Missão que consiste em ser exemplo de fidelidade a Deus para as Nações Livres das Américas e do Mundo.

(1) https://ipco.org.br/vacina-chinesa-em-massa-estranha-fascinacao-de-joao-doria-pela-ditadura/

(2) https://oglobo.globo.com/sociedade/bolsonaro-rebate-doria-diz-que-governo-federal-nao-vai-obrigar-vacinacao-contra-covid-19-24697597

(3) https://www.theepochtimes.com/gov-cuomo-americans-cant-trust-trump-admin-on-ccp-virus-vaccine_3544505.html

Deixe uma resposta