“[Ela] me disse que eu tenho que cortar [o bebê] no meio do rosto”

“Ela me deu a tesoura e me disse que eu tinha que cortar no meio do rosto do bebê… e lembro-me de pegar o feto e terminar de fazer [o corte] pelo resto do rosto e da Jéssica pegando o cérebro e colocando  em um recipiente … e eu estava apenas lá sentada e pensando “o que eu acabei de fazer?”, disse Holly O’Donnell, uma ex-“técnica de procedimentos” descrevendo um  medonho ritual de iniciação quase satânico de desmembrar as crianças para vender as partes do seu corpo.

O’Donnell oferece mais algumas idéias ao longo da série:

“Eu não posso descrever o que isso nos faz sentir … Alguns de nós nunca irão superar isso.”

O ambiente é mórbido, você pode ouvir gritos, você pode ouvir choros.”

“Há uma razão pela qual eles mantêm revistas na sala de recuperação. Se o aborto fosse uma coisa boa, não haveria tanto dano emocional.”

Na verdade, a gravidade do pecado de aborto é claramente entendida pelos defensores pró-vida mas o que podemos constatar com esse fato é a profundidade da depravação da indústria do aborto.

Em uma cena do vídeo, O’Donnell descreve como ela testemunhou casos em que a criança sobreviveu à remoção do útero da mãe mas terminou torturada antes de ser morta. “Eu sabia por que estava acontecendo”, disse ela.

Torna-se claro depois de ouvir O’Donnell – que logo após tudo isso deixou o negócio mórbido de matar e mutilar crianças – e outros funcionários da Planned Parenthood que falam em todo o vídeo que eles reconhecem a gravidade do que eles estão fazendo mas tentam adaptar o seu vocabulário para desumanizar suas vítimas e, posteriormente, exonerar-se das conseqüências morais de suas ações.

Embora a reação imeditada dos defensores pró-vida ao assistir este vídeo é buscar alguma forma de tomar medidas legais contra a Planned Parenthood pela venda e lucro de órgãos dessas pobres crianças (em muitos casos, sem o consentimento da mãe) é essencial pararmos para vermos seu significado espiritual.

Práticas que fariam corar Herodes

É fato que Satanás tem o prazer de desfigurar a ordem que estabelecida por Deus. Por isso, de uma maneira infernal a Revolução Cultural e a indústria do aborto buscam cortar os laços naturais que Deus criou entre a mãe e filho.

Encarregadas por Deus para proteger sua prole, as mulheres são continuamente bombardeadas por slogans pró-aborto e enganadas para auxiliar no assassinato de seus filhos. Os abortistas espalham a mentira de que seu filho é nada mais do que um “amontoado de células”, um “erro”, ou um “fardo desnecessário”, ou que as mulheres devem abortar a fim de serem “livres”. Eles dizem que é “seu corpo, e sua escolha”, um slogan que tenta dissociar as mentes da realidade. É bom ter presente que essa escolha não afeta o seu corpo mas sua criança que está por nascer!

“Eu não sabia muito sobre o Dr. Berman apenas que ele trabalhou para Planned Parenthood”, continuou O’Donnell. “… Ele tinha uma reputação de ir cruelmente rápido como se fossemos perder nossos “espécimens” [bebês abortados]. Foi tão rápido. Se não houvesse uma menina no quarto para fazer o procedimento ele ficava bravo. Ele ficava passeaando pelos corredores se não houvesse algo para fazer. É quase como se ele quisesse fazer o aborto. Isso me deixou realmente preocupada sobretudo quão rápido ele estava indo com essas mulheres. Me senti mal.”

As ciências médicas que destinavam-se a ajudar o homem foram sequestradas pelos abortistas para o massacre dos inocentes de uma maneira que faria corar Herodes.

“Eu quero um Lamborghini”, disse Mary Gatter, depois de combinar os preços das partes dos corpos das crianças mortas em um vídeo anterior.

Tornou-se claro através da publicação desses vídeos que muitos dos médicos que fazem o aborto não agem de acordo com o juramento de Hipócrates mas procuram o lucro em sobre o comércio dos nascituros.

Aborto e satanismo

Pior ainda, é a dimensão diabólica por trás do assassinato do bebê.

“O aborto é um sacramento satânico”, disse o ex-sacerdote satanista Zachary King. “Assim como os homens católicos se tornam sacerdotes porque eles são atraídos para a santidade e para o trabalho para Deus, uma clínica de aborto atrai satanistas.”

Após examinar os contra-manifestantes satânicos nos comícios que aconteceram em todo o EUA contra a Planned Parenthood no último sábado, não se pode negar isso. Especificamente em Detroit, alguns estavam vestidos como padres católicos realizando batismos diabólicos com leite e cantando: “Hail Satan!” que fizeram público o que os pró-vida católicos suspeitavam há anos. Isto não deve ser um choque, sobretudo após defensores do aborto gritarem “hail Satan” no Capitólio do estado do Texas antes da decisão do Estado de promulgar leis pró-vida.

Deve ficar claro para todos os adversários da “cultura da morte” que a luta para defender a vida não é apenas uma questão de política ou direitos civis. É uma luta espiritual para combater a maior farsa moral desta era.

Deus chama o Seu rebanho em todo o Evangelho, através de Sua Santa Mãe e através da Sua Igreja para defender a vida inocente. Independentemente da legalidade das operações da Planned Parenthood, suas ações serão sempre gravemente imorais e devem ser vigorosamente combatidas.

3 COMENTÁRIOS

  1. Certamente essa abominacao pede a Deus vinganca. Sera’ que isso acontece somente nos Estados Unidos? E no Brasil, como procedem os pro’ aborto?
    Todos sao farinha do mesmo saco … e’ uma abominacao, um pecado, um crime que clamam pela justica de Deus!
    Costa Marques

  2. Foi com um nó no estômago e uma punhalada no coração que assisti a estes vídeos… Sem dúvida, essas pessoas são assassinas, não importa o termo que usem. Como pode uma nação que mata suas crianças ser abençoada? Como podemos, diante disso, dizer “God bless America”? O mesmo vale para o Brasil.

  3. MARANATA! Oh Vem Senhor Jesus!
    Impossível não desejar que o Senhor venha sem demora para exterminar todo esse mal que domina a terra!
    Não tenho palavras para expressar a indignação que sinto e o asco que me dá; não consegui ver o vídeo tamanha repulsa!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome