Celebra-se hoje o aniversário da trasladação da Santa Casa da Sagrada Família no ano de 1291, de Nazaré, na Terra Santa, para Tersatz, na Dalmácia, e em 1294 para Loreto, na Itália, por meio dos anjos.

Essa Santa Casa, feita de pedras à maneira que os nazarenos construíam, constituíam uma relíquia conservada pelos católicos da Terra Santa. Pequena como um relicário, sob seu teto sagrado, “O anjo do Senhor anunciou a Maria e ela concebeu do Espírito Santo”. Nela São José exerceu o ofício de carpinteiro, e o ensinou ao Divino Menino Jesus. Foi nela que Jesus Menino “crescia em estatura, em graça e em sabedoria diante do Senhor”. Por isso essa Casa deveria ser um grande centro de peregrinações dos cristãos em Nazaré.

Quando muçulmanos invadiram a Palestina conquistando tudo a ferro e a fogo, os cristãos temeram pelos seus lugares santos.

Foi então que, no ano de 1291, por uma especial graça da Providência Divina, a Santa Casa de Nazaré foi transportada pelos anjos, primeiro para Tersatz, na Dalmácia, cerca do Mar Adriático, e depois, no dia 10 de dezembro de 1294, eles a depositaram num bosque em Loreto, na cidade de Recanati, na Itália.

Muitos santos tiveram devoção e visitaram a Santa Casa em Loreto. Entre eles temos São Francisco Xavier, São Francisco de Borja, São Carlos Borromeu, São Luís Gonzaga, São Francisco de Sales, São Serafim de Montegranaro, São José de Cupertino, São Luís Maria Grignion de Montfort, São Bento José Labré e Santa Teresinha do Menino Jesus.

Gostaria de receber as atualizações em seu email?

Basta digitar o seu endereço de email abaixo e clicar em “Assinar”.