O professor de informática de Yale, David Gelernter, considera a teoria da evolução de Charles Darwin “contestada”.

              Em um artigo de maio na Claremont Review of Books e em uma entrevista em julho com a Hoover Institution da Stanford University, Gelernter disse que Darwin foi capaz de mostrar que os organismos são capazes de fazer pequenos ajustes para se adaptar às circunstâncias locais específicas, mas ” a origem das espécies é exatamente o que Darwin não pode explicar.

          Com base em registros fósseis, Gelernter enfatiza que “uma variedade impressionante de novos organismos – incluindo os primeiros animais – surgem de repente”. Eles não evoluem gradualmente.

            A biologia molecular moderna mostra que a mutação aleatória e a seleção natural não podem gerar criaturas novas e complexas. As chances de criar apenas uma nova proteína por acaso são astronômicas e não acontecerão na realidade.

          Gelernter chama o darwinismo de “tendência ideológica” que ultrapassou um argumento científico. Ele percebe que os evolucionistas não permitem uma discussão aberta, mas mostram uma “rejeição amarga, fundamental, irritada e indignada” da doutrina da Criação. “Eles o destruirão se você o desafiar”, acrescenta.

* * *

           Mais uma comprovação científica de que a teoria de Darwin é falsa para explicar a origem da Criação

Fonte en.news, 2 setembro 2019

Deixe uma resposta