Bispos falam contra o comunismo, lembram condenações de Papas

0

Cancun, 04 jun. 21 / 12:43 pm (ACI).- “Igreja Católica condena o comunismo por ser um sistema ateu, repressor das liberdades fundamentais, que ajuda os pobres a ficarem mais pobres”, escreveu o bispo Pedro Pablo Elizondo, Cancún Chetumal, no México, em sua conta no Twitter, em 2 de junho. O tuíte tornou-se viral.

Catecismo da Igreja Católica afirma, no número 2425, que “a Igreja rejeitou as ideologias totalitárias e ateias, associadas, nos tempos modernos, ao comunismo ou ao socialismo”. Antes de entrar para o catecismo, vários papas recordaram esse ensinamento da Igreja.

Bispo peruano fala contra o comunismo

Dom Ricardo García, bispo da Prelazia Apostólica de Yauyos, Peru, alertou sobre os perigos do comunismo e o marxismo para a fé, a Igreja e a liberdade, no contexto do segundo turno das eleições presidenciais, informa ACI.

Duas importantes Nações das Américas em que bispos lembram o ensinamento da Santa Igreja condenando o socialismo e o comunismo.

A notícia de ACI lembra os Papas conciliares em suas condenações ao socialismo e o comunismo.

“Entre comunismo e cristianismo, o pontífice declara novamente que a oposição é radical, e acrescenta não se poder admitir de maneira alguma que os católicos adiram ao socialismo moderado”, diz a encíclica Mater et Magistra (1)

Papas condenaram o socialismo

Transcrevemos trechos, do documentado artigo do Prof. Gustavo Solimeo, publicado em nosso Site:

PIO IX (1846-1878):

“Transtorno absoluto de toda a ordem humana”
“… tampouco desconheceis, Veneráveis Irmãos, que os principais autores desta intriga tão abominável não se propõem outra coisa senão impelir os povos, agitados já por toda classe de ventos de perversidade, ao transtorno absoluto de toda a ordem humana das coisas, e entregá-los aos criminosos sistemas do novo socialismo e comunismo”[2].

LEÃO XIII (1878-1903):

“Monstro horrendo”
“… o “comunismo”, o “socialismo”, o “nihilismo”, monstros horrendos que são a vergonha da sociedade e que ameaçam ser-lhe a morte”[3].

“Ruína de todas as instituições”
“… suprimi o temor de Deus e o respeito devido às suas leis; deixai cair em descrédito a autoridade dos príncipes; dai livre curso e incentivo à mania das revoluções; dai asas às paixões populares, quebrai todo freio, salvo o dos castigos, e pela força das coisas ireis ter a uma subversão universal e à ruína de todas as instituições: tal é, em verdade, o escopo provado, explícito, que demandam com seus esforços muitas associações comunistas e socialistas”[4].

Seita destruidora da sociedade civil
“… esta seita de homens que, debaixo de nomes diversos e quase bárbaros se chamam socialistas, comunistas ou nihilistas, e que, espalhados sobre toda a superfície da terra, e estreitamente ligados entre si por um pacto de iniqüidade, já não procuram um abrigo nas trevas dos conciliábulos secretos, mas caminham ousadamente à luz do dia, e se esforçam por levar a cabo o desígnio, que têm formado de há muito, de destruir os alicerces da sociedade civil. É a eles, certamente, que se referem as Sagradas Letras quando dizem: ‘Eles mancham a carne, desprezam o poder e blasfemam da majestade’ (Jud. 8)”[5].

Seita pestífera
“… todos sabem com que gravidade de linguagem, com que firmeza e constância o Nosso glorioso Predecessor Pio IX, de saudosa memória, combateu, quer nas suas Alocuções, quer nas suas Encíclicas dirigidas aos Bispos de todo o mundo, tanto os esforços iníquos das seitas, como nomeadamente a peste do socialismo, que já irrompia dos seus antros”[6].

Seita demolidora
“… os socialistas e outras seitas sediciosas que trabalham há tanto tempo para arrasar o Estado até aos seus alicerces”[7].

“Seita abominável”
“É necessário, … que trabalheis para que os filhos da Igreja Católica não ousem, seja debaixo de que pretexto for, filiar-se na seita abominável (do socialismo), nem favorecê-la”[8]. https://ipco.org.br/os-papas-e-o-socialismo-lula-no-vaticano/

Deixe uma resposta