As esquerdas são intimamamente conectadas. Somente ingênuos ou cripto comunistas divulgam e insistem no caráter “espontâneo” do Black Lives Mater.

“O Daily Signal revelou que um grupo chamado Chinese Progressive Association, um aliado do Partido Comunista Chinês, fez parceria com Alicia Garza, co-fundadora do Black Lives Matter, para financiar o Black Futures Lab.

Panampost design

“É preocupante que um grupo pró-China, a Associação Progressista Chinesa, esteja financiando fiscalmente um projeto do co-fundador da Black Lives Matter. (PanAm Post Design).”

O direito à manifestação pacífica: não é o caso do BLM

“Os Estados Unidos têm enfrentado protestos contra o “anti-racismo” desde o evento que terminou com a morte de George Floyd. Todo tipo de manifestação cidadã é um direito inviolável que deve ser respeitado, desde que seja respeitada a liberdade alheia. Mas o que se deve condenar é a violência que eles podem e têm gerado nos Estados Unidos. E um grupo, em particular, está no centro das atenções: o movimento Black Lives Matter.”

Esse movimento, que em tese defende os direitos dos negros, tem fortes ligações com as ideias progressistas de esquerda. Além disso, membros proeminentes de sua organização se declararam marxistas.

BLM incorporou anti valores marxistas e tem financiamento da China

“Um FEE intitulado Is Black Lives Matter Marxist? Não, e sim, explica como o movimento tem ideais e valores marxistas, enfim, esquerda e comunista, antiocidental e anticapitalista […] … Bem, além da enorme publicidade e alcance social, a realidade é que seu financiamento também vem dos inimigos mais poderosos da América, incluindo a China.”

“O primeiro e mais relevante ponto é o método de financiamento. A co-fundadora do Black Lives Matter, Alicia Garza, autoproclamada marxista, tem uma organização chamada Black Futures Lab.””

A Black Futures se descreve como uma organização que luta para que os problemas da comunidade negra nos EUA sejam ouvidos e busque as soluções mais eficientes.

Ligações da co-fundadora com Maduro

Continua Panampost: “A seção “equipe” no site do Black Futures Lab mostra Alicia Garza, cofundadora do Black Lives Matter, como um membro chave. Ela é adepta das ideias socialistas e está ligada a Nicolás Maduro.”

“A opção “doar” direciona o usuário a uma página para contribuir com diferentes quantias para a organização. Nessa página, a Associação Progressista Chinesa (CPA) aparece literalmente como o patrocinador fiscal do projeto Black Futures Lab.

BLACK FUTURES LAB — QUEM SOMOS NÓS

Esta associação, apoiadora da República Popular da China, foi fundada em San Francisco em 1972 e agora é muito ativa em Boston. Mike González, um membro sênior da Heritage Foundation, relatou para o The Daily Signal que um documento da Universidade de Stanford de 2009 que traça os primórdios da Associação Progressista Chinesa até o presente afirma que “O CPA começou como uma organização esquerdista pró-República Popular da China , promovendo a conscientização sobre o pensamento revolucionário da China continental e os direitos dos trabalhadores, e dedicado à autodeterminação, controle comunitário e ‘servir ao povo’ ”.

Laços do CPA com o PCCh

“De acordo com o artigo, o CPA tem sido um aliado do Partido Comunista Chinês (PCC) dentro dos EUA, já que o CPA tem trabalhado com vários grupos pró-China para promover e explicar as ideias revolucionárias do país, identificadas na inspiração de membros estrangeiros que via no grupo uma proposta alternativa ao capitalismo ocidental.

Vincular o CPA ao CCP é muito simples, como diz González em sua publicação, em 2017, o braço de Boston desse grupo “se uniu ao Consulado Geral da China em Nova York para oferecer aos cidadãos chineses a oportunidade de renovar seus passaportes, recebendo elogios da China porta-voz oficial, China Daily. ” Além disso, a CPA participou do içamento da bandeira da RPC e até patrocinou esses eventos. Sua cofundadora, Lydia Lowe, falou no evento, jorrando frases como “O macarthismo está para trás”.

“Outra prova das ligações do CPA com o CCP e o BLM? O CPA recebeu elogios do China Daily por participar das manifestações Black Lives Matter em San Francisco. Na verdade, a mídia estatal chinesa elogiou consistentemente o CPA.”

“No ano passado, Lowe foi co-autora de um ensaio para o site comunista LeftRoots, onde expressou seu desejo de que os asiáticos desempenhassem um papel de liderança na criação de uma “estratégia revolucionária” que mudaria fundamentalmente a sociedade (capitalista).”

***

Não nos ocuparíamos tão extensamente do BLM e suas ligações com o PCCh se não fosse a propaganda midiática em maquiar os fatos e tentar dar uma face humana e pró raça negra à esse movimento radical extremista.

Continua Panampost: ”

O grupo Pro-CCP tem ligações com Black Lives Matter
“Em suma, um grupo histórico pró-China, que apóia o PCC e seu regime, está apoiando fiscalmente um projeto do cofundador do movimento Black Lives Matter. A relação entre o CPA, o regime chinês e Alicia Garza é estreita, e o Black Futures Lab mostra isso.

“Isso é perigoso para os EUA porque significa que dois grupos que visam promover os ideais marxistas para “derrotar o capitalismo” estão trabalhando juntos. Além disso, contam com o apoio da China, uma vez que o CPA está vinculado ao regime chinês desde sua fundação e tem funcionado como um só braço.”

***

“Ninguém deve ter a menor dúvida de que a China, atualmente, é o maior inimigo dos Estados Unidos tanto na esfera comercial-econômica quanto na política (e na ideológica, acrescentamos). E, portanto, não deve ser surpresa que grupos como o BLM – claramente contra os valores americanos tradicionais – estejam unindo forças com a China para causar desestabilização interna ou promover suas agendas.

“Vale lembrar que o Black Lives Matter, em 2020, organizou cerca de 570 protestos violentos. Os EUA se viram em uma cruzada de pessoas que não respeitam a propriedade privada e usam o vandalismo com a desculpa de “o fim justifica os meios” para promover sua ideia de “mudança na sociedade”. E um pró-China o apóia e o financia fiscalmente.”

***

Sirva de alerta e lição para nós, brasileiros. Também aqui o PCCh tem seus amigos, seus subornos, sua aliança com a BAND e governadores pró China.

O Brasil só será grande na defesa dos Valores Morais e nas alianças no Mundo Livre, como acentuou o Presidente Bolsonaro, em seu recente discurso para a Assembleia das Nações Unidas (ONU).

Fonte: https://panampost.com/emmanuel-rondon/2020/09/18/report-pro-china-group-funds-black-lives-matter-co-founder/

Deixe uma resposta