Breves: cá e lá progressistas-esquerdistas têm mão … contra os conservadores

0

A discussão, na Suprema Corte americana, que pode redundar na revogação de Roe Vs. Wade mostra claramente que a esquerda, os democratas americanos, os progressistas têm mão única: favorecer a Revolução Cultural e erodir tanto quanto a estrutura moral da sociedade.

De outro lado, a reação conservadora vai se afirmando, cada vez mais vigorosa nos EUA e no Brasil. Por essa razão, as esquerdas tentam, por todas as formas cercear as redes sociais conservadoras.

Nosso Site já abordou as manifestações de esquerda em frente a residência de juizes conservadores americanos que votarão contra o aborto. https://ipco.org.br/ativistas-pro-aborto-em-atos-antidemocraticos-contra-juizes-conservadores/

Cá e lá a regra não falha

18 U.S. Code § 1507 proíbe manifestações fora de “um edifício ou residência ocupada ou usada por tal juiz” com a “intenção de influenciar qualquer juiz”.

Comenta a notícia: “WASHINGTON, D.C. (LifeSiteNews) – A juíza Ketanji Brown Jackson, que assumirá uma cadeira na Suprema Corte dos Estados Unidos (SCOTUS) em junho, se recusou a condenar os protestos pró-aborto do lado de fora das casas de alguns de seus futuros colegas.

A juiza Jackson sinalizou a continuação de uma abordagem branda a certas atividades criminosas, recusando-se a condenar os recentes protestos pró-aborto.
Os juízes Alito, Barrett, Kavanaugh e o juiz John Roberts (que são conservadores) foram alvo de protestos do lado de fora de suas casas. Embora os protestos não tenham resultado em nenhum ataque direto aos juízes da SCOTUS, eles provavelmente violam a lei, de acordo com um ex-promotor federal.

Andy McCarthy disse à Fox News em 10 de maio que a recusa da Casa Branca e do Departamento de Justiça (DOJ) em condenar os protestos é motivada por interesses políticos.

McCarthy observou que o DOJ agiu rapidamente para ordenar a supervisão federal dos ativistas nas reuniões do conselho escolar que vieram se manifestar contra os mandatos de máscaras ou políticas transgêneros ou materiais inadequados, mas não contra os manifestantes.

“Por outro lado, a proteção da Suprema Corte como instituição e a segurança dos juízes são questões patentemente federais sobre as quais a polícia federal tem jurisdição clara”, disse McCarthy à Fox News. “É indesculpável que o Departamento de Justiça esteja tão silencioso e passivo agora, quando estava alto e ativo sobre uma controvérsia fabricada sobre a qual não tinha jurisdição.”

***

E, no Brasil? A esquerda, os progressistas seguem a mesma regra.

Na Igreja, os progressistas pregam a tal “inclusão” e perseguem os conservadores; restringem ao máximo a celebração do rito tridentino.

No campo político a mesma regra … só liberdade para favorecer a esquerda.

A reação conservadora, táboa de salvação do Brasil

Mas a reação conservadora, vem durante anos, se afirmando publicamente, seja em gigantescas manifestações de rua, seja pelas redes sociais. O PT, a China, a Rússia, a Venezuela são totalmente favoráveis ao enforcamento da internet.

Aquilo que se chama o verdadeiro POVO brasileiro acordou. Vamos adiante na reação pelas redes sociais a favor dos VALORES MORAIS, pilares da reconstrução do Brasil hoje e amanhã.

Nossa Senhora Aparecida, protejei a Terra de Santa Cruz.

Fonte: https://www.lifesitenews.com/news/incoming-scotus-justice-jackson-wont-comment-on-protests-outside-homes/?utm_source=featured&utm_campaign=usa

Deixe uma resposta