Exemplo de testes do Latinncap. Chineses se sairam pior

O Programa de Avaliação de Carros Novos para a América Latina, conhecido como Latin NCAP, testou 28 modelos de carros vendidos no Brasil, segundo noticiou Automotive Business.

Os carros foram comprados em concessionárias e levados à Alemanha, onde passaram por severos testes de colisão. Nenhum deles atingiu as cinco estrelas, como é comum na Europa, e o Latin NCAP concluiu que “os níveis de segurança dos carros mais vendidos na região são ainda inaceitáveis, abaixo dos padrões mundiais”. Porém, reconheceu que houve progressos palpáveis.

Entretanto, mais uma vez, o recorde absoluto de insegurança ficou com os carros chineses. O JAC J3 só não foi o pior porque um outro modelo chinês – o Geely CK – ficou sem nenhuma estrela, muito embora seus motoristas se arrisquem a ver constelações…

Os produtos chineses confirmaram assim sua reconhecida fama de péssima qualidade, da qual misteriosamente pouco se fala na grande mídia.

6 COMENTÁRIOS

  1. Marco, a falta de respeito e a mediocridade de opinião são tuas.
    De minha parte, fui apenas sintético e mantenho tudo que disse. A tua ignorância sobre a China é que te impede de perceber o lixo que EM REGRA aquilo é. Eu não disse ABSOLUTAMENTE; eu disse EM REGRA.
    Vai informar-te melhor.

  2. Em relação ao comentário do Rocha, só poso dizer que lamento a falta de respeito e mediocridade da opnião… por acaso já abriu um computador fabricado na USA??No tocante ao trabalho, acredito que pense o que pensa… você esta no Brasil, qualquer um consegue algo sem oferecer muito,né?
    Para o Lacrosse posso dizer com propriedade que crime intelectual é contrariar um princípio sábio: O CONHECIMENTO NÃO É SABEDORIA SE GUARDADO PARA SÍ! quem tem hábito de defender a tese de propriedade intelectual são os Americanos que, após as guerras forjadas sob pretexto de preocupação com “o mundo”, SAQUEIAM os países em questão, depois dividem entre as suas empresas o que conseguiram, quando corrompem os idealistas originais.
    Estou com o Tiago de certa forma… Se praticamente te obrigam a “trocar de carro” a cada 5 anos, porque pagar tanto? e por outro lado, em mais cinco ou dez anos, onde ficarão tantos carros?
    Pensem com profundidade… podem falar hoje de ontem, fácil, é mera fofoca. Somos dosnos do que calanos até formarmos um opinião!

  3. Sem surpresa. O que procede de lá, em regra, é lixo regado a trabalho escorchante e mal remunerado.

    BOICOTE à China!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  4. O mundo girou de uma forma anti-horária. Antigamente, um pais ganhava notoriedade através de sua competência de formular e construir sua própria tecnologia. Hoje, com o apodrecimento moral em que vive a humanidade, a condição natural de alçar o bom ou a capacidade plena de exigência caiu no espaço negro da mediocridade. E o que assistimos hoje é um país alcançando um patamar de uma forma rápida e ameaçadora para outras nações através do crime intelectual de copiar e de uma forma mal feita, vender seus produtos em outros países desrespeitando as normas da concorrência e de uma forma predatória.

  5. Mas, e daí? O que importa é o dinheiro. Uma sociedade como a de hoje que só se importa com o dinheiro, não se importa com a vida, nem mesmo a de seus entes queridos.

  6. isto e verdade tanto os carros chineses como a maioria de produtos manufaturados nesse pais sao de pessima qualidade a vantagem e so o preço mas o quesito resistencia durabilidade ficam a desejar. Quanto a midia nao questionar sobre o assunto! Sigmun freud disse( o homen e dono do que cala e esravo do que fala.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome