06 de julho

1415: – Em Praga, na atual República Checa, morre na fogueira o heresiarca John Huss.

1553: – Morre na Inglaterra o jovem Eduardo VI, sem herdeiros. De acordo com o testamento de seu pai, Henrique VIII, se isso ocorresse, o trono inglês passaria para Maria Tudor, filha de Catarina de Aragão, esposa legítima do lúbrico rei inglês.

1809: – Napoleão vence os Austríacos em Wagram.

1885: – Luís Pasteur testa com sucesso sua vacina anti-rábica, em José Meister, jovem mordido por um cão portador da doença.

1923: – A URSS aprova uma Constituição federal cujo órgão supremo é o Congresso dos Soviets, encarregado de eleger um comitê executivo, e que elege presidente a Vladimir Illich “Lenin”.

1962: – 600 universitários do grupo de Catolicismo de Belo Horizonte, interpelam a JUC paulista sobre qual é a “terceira posição” entre o comunismo e o capitalismo que propõe.

Ditador cubbano e o presidente chileno Salvador Allende

1972: – O Parlamento chileno se opõe à reforma constitucional proposta pelo presidente comunista Salvador Allende.

1982: – Decretada a falência do Banco Ambrosiano, em pleno affaire Marcinkus, o que abala o prestígio da Santa Sé.

1989: – Em discurso diante do Conselho da Europa, Mikail Gorbachev se compromete a respeitar a liberdade dos países do Leste para eleger seu sistema político-social.

1995: – O cardeal de Praga, Miloslav Vlk, participa de comemoração ao heresiarca Huss, no templo de irradiação das suas péssimas doutrinas.

Deixe um comentário!