12 DE MAIO

1974: – O Prof. Plinio Corrêa de Oliveira escreve na Folha de São Paulo o artigo: “Mais um Cardeal em resistência”, sobre declarações do Cardeal de Nanquim contra política de aproximação do Vaticano com os comunistas.

1982: – Durante uma cerimônia em Fátima, tentativa frustrada de ataque a João Paulo II pelo sacerdote espanhol desequilibrado, Juan Fernandez Krohn.

1986: – Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde e S. Tomé e Príncipe assinam, na Academia Brasileira de Letras no Rio de Janeiro, o protocolo de Unificação Ortográfica da Língua Portuguesa.

1990: – Os presidentes da Letônia, Lituânia e Estônia restabelecem, em Tallin, o Conselho do Báltico, e estabelecem uma política de independência da URSS.

2006: – Inicia-se a onda de violência no Estado de São Paulo, organizada pela facção criminosa “Primeiro Comando da Capital” (PCC): pânico, guerrilha urbana, mais de 100 mortos num fim de semana.

O hediondo convite para a “missa negra satânica” em Havard

2009: – O papa Bento XVI, na primeira Missa papal oficiada ao ar livre, pede em Jerusalém a reconciliação e a paz.

2014: – A propalada “Missa negra”, na Universidade de Harvard, acaba sendo suspensa pela reação católica entre elas a da TFP americana. Entretanto, isso marcou o início do culto público ao demônio.

2016: – O Senado brasileiro aprova a instauração do processo de “impeachment” da Presidente Dilma Rousseff, com 55 votos a favor e 22 contra, o que a afasta do cargo 180 dias para ser julgada.

Deixe uma resposta