Efemérides – 26/11

0
HMS Bulwark navegando, em 1912.

1764: – A Companhia de Jesus é banida na França.

A explosão que devastou o HMS Bulwark. 741 tripulantes morreram, em decorrência da explosão e por afogamento.

1914: – O vaso de guerra inglês HMS Bulwark explode e vai à pique, levando consigo a vida de 741 tripulantes.

1939: – O exército soviético orquestra um incidente, para justificar a agressão soviética à Finlândia, quatro dias mais tarde.

1944: – Iniciam-se ataques alemães com foguetes V-1 e V-2 contra Antuérpia, na Bélgica.

1963: – Universitários de “Catolicismo”, que depois integrariam a TFP, interpelam o deputado Franco Montoro, pedindo-lhe que seja claro sobre sua “terceira posição”, nem capitalista nem comunista.

1976: – Willy Brandt, presidente do Partido Socialista Alemão, é eleito presidente da Internacional Socialista.

1983: – A Congregação vaticana para a Doutrina da Fé reafirma que os afiliados “a associações maçônicas estão em pecado grave, e não podem receber a santa comunhão”.

1986: – Para escândalo de muitos fiéis, João Paulo II dança rock de mãos dadas com moças, na jornada da juventude, na Austrália.

2008: – Dez atentados terroristas sincronizados atingiram a cidade indiana de Bombaim, capital financeira e maior cidade do país. Alguns destes ataques só foram encerrados três dias, em 29 de novembro, depois que as forças de segurança indianas conseguiram ganhar o controle de todos os locais atacados. Pelo menos 195 pessoas, incluindo vinte e dois estrangeiros, foram mortos, e cerca de 327 pessoas ficaram feridas. Grupos islâmicos reivindicaram sua autoria.

2001: – Mikhail Gorbachev funda o Partido Social-Democrata Russo.

2007: – Em Brasília, o secretário da Promoção da Igualdade do Governo do Estado da Bahia, deputado Luiz Alberto, invectiva na Câmara o livro “A Revolução Quilombola”, de Nelson Barreto, alegando que este tem por detrás a TFP.

Deixe uma resposta