Embaixador chinês insulta a Deus e o Catolicismo

0

A recente postagem do embaixador chinês no Brasil — maior Nação católica da Terra — é um insulto a Deus, à Igreja Católica e a todos os povos que acreditam no Deus Vivo e Verdadeiro.

Esquecido, talvez, da mudança de máscara da diplomacia comunista chinesa — receberam os diplomatas a ordem de abandonar a face guerreiro-lobo — investe o embaixador contra o sentimento cristão do Brasil, das Américas, do Ocidente e do Mundo.

Nosso Site tem mostrado a coerência marxista de Xi Jinping. Seja para reprimir a liberdade em Hong Kong, perseguindo os católicos e outras religiões, confinando centenas de milhares em campos de “reeducação” em Xinjiang.

Xi Jinping reafirma o marxismo

Condenei-te segundo as palavras de tua boca; as afirmações de Xi Jinping servem de condenação para a China de 2021: “Desprezar a história da União Soviética e do Partido Comunista Soviéticodemitir Lenin e Stalin, e descartar tudo o mais é nos engajar em um niilismo histórico, e isso confunde nossos pensamentos e enfraquece as organizações do Partido em todos os níveis.” (*)

Precisávamos de prova mais clara, declaração mais contundente da adesão de Xi Jinping aos princípios marxistas leninistas? Por que ele nunca condenou a Revolução Maoísta de 1949? Deixou passar o aniversário do massacre de estudantes na Praça da Paz Celestial em 1989 sem um mea culpa?

E agora comemora o centésimo aniversário da fundação do PCCh.

Embaixador chinês insulta a Deus e a Santa Igreja

Coerente na doutrina marxista, ateia, o embaixador da China no Brasil — foi-se o tempo da diplomacia, dos salões, da linguagem polida, das boas maneiras — aproveita um domingo (18) para postar a afirmação mais categórica de seu ateísmo militante. Seu e de todo o PCCh.

Estamos no maior País católico da Terra; sofrer essa afronta de um comunista, representante de uma Nação subjugada desde 1949 pelo maoísmo, que mereceria da parte da CNBB e do Vaticano uma resposta à altura, sem um desagravo ao Deus Verdadeiro… Mas a CNBB está preocupada com outras coisas. E o Vaticano preocupado com a Missa Tridentina …

Quem é Deus?

Deus disse à Moisés: “Eu Sou aquele que Sou” ou, em outras traduções, “Eu Sou aquele que É”.

“Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacob. Cobriu Moisés o rosto, porque não ousava olhar
para Deus.”
“O Senhor disse-lhe: Eu vi a aflição do meu povo no Egito, ouvi o seu clamor causado pela crueza daquele que tem a superintendência das obras.” (Ex 3, 6-7)

Aí está a resposta ao embaixador da China comunista: Deus é aquele que É.

O mesmo Deus que retirou com “mão forte” os judeus do Egito. O mesmo Deus que nos remiu no Alto da Cruz. O Deus que fundou a Santa Igreja, que passa atualmente seu Calvário, nas terras dominadas pelos comunistas chineses.

É o mesmo Deus de quem Juliano, o Apóstata declarou: vencestes Galileu!

É o Deus que derrotou o paganismo do Império Romano e edificou de seus escombros a Idade Média. O mesmo Deus que derrotou Calles, Hitler, Stalin … é o mesmo que irá retirar a infeliz China das garras do comunismo. Isso é o que mais desejamos para a glória da China.

***

O Povo é Deus”, o povo “determina a História

Assim escreveu o embaixador chinês, fiel ao determinismo, ao ateísmo, ao evolucionismo. Terá ele a intenção de contradizer o presidente Bolsonaro quando afirma Deus acima de todos? Ou, mas recentemente, que somente Deus o tiraria do Poder? Achamos, sinceramente, que o embaixador vai além: ele insulta realmente ao Deus Vivo e Verdadeiro.

Nossa Senhora, Imperatriz da China

Perguntamos, se o Povo é que determina a Historia:

Por que razão o PCCh não ouve o Povo chinês e convoca eleições livres? Pelo mesmo motivo pelo qual os Castros mantém a ditadura cubana! Também o Povo não foi ouvido na URSS durante 70 anos.

Quantos milhões (do povo) o PCCh matou na China? Quantos matou a URSS? E Castro?

Quem determina a História são os homens de Fé. O Verbo Encarnado, centro da história, em torno do qual se move toda a história, esse é Nosso Senhor Jesus Cristo.

Terminamos o artigo lembrando ao embaixador a lição da História: “Tomem cuidado, porém, os inimigos da Igreja! Berryer, o imortal defensor de Ney, dizia: “A Igreja não retribui os golpes que recebe; tome cuidado, porém, porque ela é uma bigorna que tem desgastado muitos martelos!https://www.pliniocorreadeoliveira.info/LEG310712_FidesIntrepida02.htm

Rezamos pela conversão da China, pela conversão dos comunistas, pela conversão do embaixador. Que Nossa Senhora, imperatriz da China, salve esse povo da opressão maoísta e o leve à realização de sua histórica missão no Extremo Oriente. Uma China, autenticamente católica, é o que mais desejamos.

Deixe uma resposta