“NASHVILLE, Tennessee, 21 de novembro de 2020 (LifeSiteNews) – Um tribunal federal de apelações decidiu que o estado do Tennessee pode proibir o aborto eugênico de bebês com síndrome de Down. A decisão do Tribunal de Apelações do 6º Circuito também garante que uma criança não pode ser abortada por causa de sua raça ou sexo.”

Governador republicano do Tennesse Bill Lee, pró Vida

Como se sabe a Planned Parenthood consegue um percentual maior de abortos entre os negros. Essa decisão do Tribunal de Tennesse, impede também abortos por motivo de raça ou sexo.

Esta é uma vitória parcial do governador republicano pró-vida do Tennessee, Bill Lee.

Batimento cardíaco

“Em julho, Lee assinou um projeto de lei pró-vida omnibus que proibia o aborto assim que um batimento cardíaco fetal fosse detectado junto com uma série de outras restrições e condições ao aborto.”

“O projeto exigia que os médicos realizassem um ultrassom antes de um aborto e os proibia de prosseguir com o aborto se a máquina do coração batesse. O projeto também proibiu abortos buscados especificamente por causa da raça, sexo ou diagnóstico pré-natal do bebê em gestação de uma deficiência, como a síndrome de Down.

Organizações pró-aborto contestam a decisão

Em suas persistentes campanhas contra a Vida “organizações pró-aborto como a American Civil Liberties Union (ACLU), capítulo da ACLU no Tennessee, o Center for Reproductive Rights (CRR) e a Planned Parenthood Federation of America (PPFA), já haviam entrado com ações judiciais de emergência contra a lei, e uma vez que foi oficialmente assinado, o juiz distrital William Campbell concedeu uma ordem de restrição temporária contra sua entrada em vigor.”, alegando a decisão federal “Roe v. Wade”

***

Esperamos que a Suprema Corte, com a posse da nova Juíza Barret, possa revogar o direito ao aborto a nível federal, que passou a vigorar em 1973, no caso “Roe v. Wade”.

O aborto provocado é sempre um pecado gravíssimo, um atentado aos direitos de Deus, uma violação do Mandamento: “Não matarás”.

Seja isso incentiva aos movimentos pró Vida no Brasil.

Fonte: https://www.lifesitenews.com/news/federal-court-upholds-tennessees-ban-on-abortion-of-down-syndrome-babies?utm_source=top_news&utm_campaign=standard

Deixe uma resposta