Digno de nota, a carta da Irmã Lúcia ao cardeal Cafarra, corrobora as palavras do Prof. Plinio, publicadas no Legionário, em 1936, sobre a Família, como sendo o centro do embate da luta entre o bem e o mal.

Secundadas pelo macro capitalismo publicitário, as esquerdas, no mundo inteiro, tentam destruir a Família e equiparar uniões espúrias ao Matrimônio.

Nosso Site tem publicado numerosos artigos sobre a matéria. Transcrevemos pronunciamentos do Cardeal Burke, do Cardeal Müller sobre as palavras atribuídas ao Papa Francisco no recente filme Francesco. E, note-se, elas não foram desmentidas pelo Vaticano.

***

Família — Legionário, 8 de novembro de 1936, N. 217, pag. 2 (1)

“O instituto da família, que tem seu alicerce firme no matrimônio indissolúvel, baseado na lei natural corroborada pelo nosso Código Civil, está sendo o alvo de ataques bem dirigidos, por serem orientados justamente contra esta base, que uma vez rendida, acarretaria a destruição de toda a instituição familiar.

“Há pouco, no Ceará, era um tabelião indigno que mercadejava o compromisso de casamento, dando ao concubinato feitio legal. Agora é um advogado uruguaio que faz seu país chamariz de casais descontentes, acenando com a promessa de divórcio, promessa que não poderá ser cumprida, dados os nossos princípios constitucionais. Então, o sabido e inescrupuloso advogado, tendo sempre visados os pontos estratégicos, quer – baseado na jurisprudência estrangeira – influir na nossa, fazendo com que o “exequatur” da Suprema Corte se torne desnecessário. Não falta, como se vê, habilidade a estes interesseiros que precisarão ser combatidos com forças iguais, para a conservação de nosso maior patrimônio, a família, perigando o qual, periclitará toda a nossa sociedade.

“O aludido advogado enviou do Uruguai aos nossos advogados, com encomiásticas dedicatórias, elegantes brochuras, fazendo propaganda desta mendaz promessa. Este causídico certamente não será o interessado direto da dissolução de nossa família. Donde jorrará, então, o dinheiro para a confecção e remessa dessas brochuras? Neste negócio, há dente de coelho!”

***

Em seu livro Revolução e Contra Revolução, o Prof. Plinio desenvolve essa ideia da luta entre o Bem e o Mal desde a Idade Média até nossos dias

***

Revelações importantes da Irmã Lúcia, vidente de Fátima, na carta que escreveu ao cardeal Cafarra, e ele compartilha isso conosco: (*)

Deus contra Satanás: a última batalha, o enfrentamento final, será sobre a família e sobre a vida. A profecia é da Irmã Lúcia dos Santos, a vidente de Fátima, cujo processo de beatificação começou em fevereiro de 2015.

A carta a Lúcia

Em uma entrevista concedida a La voce di Padre Pio em março de 2015, o cardeal Carlo Cafarra conta que escreveu uma carta à Irmã Lúcia pedindo orações.

Na época, João Paulo II lhe confiou a tarefa de fundar o Instituto Pontifício para os Estudos sobre Matrimônio e Família, do qual hoje é professor emérito.

“No início desse trabalho – explica Cafarra – escrevi à Irmã Lúcia, por meio do bispo, porque não era permitido fazê-lo diretamente. Inexplicavelmente, ainda que eu não esperasse uma resposta (porque só lhe pedia orações pelo projeto), depois de poucos dias recebi uma longa carta de punho e letra dela – carta esta que se encontra atualmente nos arquivos do Instituto.”

Nessa carta da Irmã Lúcia, está escrito que o enfrentamento final entre o Senhor e o reino de Satanás será sobre a família e sobre o matrimônio.

“Não tenha medo, acrescentava, porque quem trabalha pela santidade do casamento e da família será sempre combatido e odiado de todas as formas, porque este é o ponto decisivo.”

A coluna que sustenta a Criação

A freira de Fátima afirma que Nossa Senhora esmagou a cabeça de Satanás. E Cafarra conclui:

“Advertia-se também, falando com João Paulo II, que este era o ponto central, porque se tocava a coluna que sustenta a Criação, a verdade sobre a relação entre o homem e a mulher, e entre as gerações. Quando se toca a coluna central, todo o edifício cai, e é isso que estamos vendo agora, neste momento, e já sabemos.”

 

(*) Agência Aleteia, Gelsomino Del Guercio – publicado em 29/07/20

(1) https://www.pliniocorreadeoliveira.info/LEG_361108_Familia.htm#.X5da_4hKiMo

***

Deixe uma resposta