Ideóloga de “gênero”, Judith Butler, no Brasil

Voluntários da Ação Jovem do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira compareceram, ontem (9/10/2015), em frente ao SESC da Vila Mariana, com amigos do movimento pró-família e pró-vida, para protestar contra a conferência da ideóloga de “gênero” Judith Butler, nessa instituição (SESC) financiada com recursos públicos.

A ação teve por objetivo defender a família e protestar contra o fato do Governo Federal e de entidades como o SESC estarem dando abrigo para o chamado “Seminário Queer” que vai em direção diametralmente oposta à família que é a base da Sociedade.

Judith Butler foi convidada a vir para o Brasil para ensinar a ideologia de gênero e fortalecer o movimento homossexual que em quase todos os estados e municípios sofreu inúmeras derrotas com a exclusão desta nefasta ideologia de seus planos de educação.

“Foi um erro histórico” [aprovar os planos educacionais de inúmeros estados e municípios brasileiros sem o termo “gênero”] afirmou Butler ao jornal O Estado de São Paulo.

Planos Estaduais de Educação (PEE) – Vigilância!

Mesmo conseguindo retirar definitivamente o “Gênero” do Plano Municipal da capital não podemos permitir que ele seja incluído no Plano Estadual de São Paulo!

Por este motivo a Ação Jovem do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira está lançando uma nova campanha de envio de emails pedindo, desta vez aos Deputados Estaduais que retirem toda e qualquer menção na redação final do PEE à Ideologia de Gênero.

Mande agora mesmo, em apenas dois cliques, sua mensagem aos 94 deputados e não permita o ensino da Ideologia de Gênero nas escolas públicas e privadas do estado de São Paulo!

Atualização: Em 91% dos municípios e na quase totalidade dos estados a satânica “Ideologia de Gênero” foi rechaçada energicamente. Tudo isto, graças ao apoio e a mobilização de pais e mães de família de todo o País que fizeram ouvir sua voz em suas respectivas casas legislativas.

Cadastre-se em nosso site e acompanhe!

Estamos sempre buscando notícias e assim que tivermos maiores informações, enviaremos alertas a todos que se cadastraram em nosso site com informações sobre essas ações!

Razões pelas quais devemos rejeitar essa ideologia!

Clique aqui e veja as razões pelas quais nós devemos rejeitar essa nefasta ideologia! Aproveite e imprima o PDF deste manifesto e vá até o seu deputado exigir a retirada dessa nefasta ideologia do PEE!

 

9 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns pela luta ,Instituto Plínio Corrêa de Oliveira(IPCO),nesta tao nobre causa,uma vez que esta nefasta ideologia representa um câncer que vai corroer todas as famí-lias cristãs.destruindo assim a sociedade enquanto tal.Um apelo urgente as autoridades Eclesiásticas,saem do silêncio,quem CALA CONSENTE.

     
  2. Parabéns pela luta ,Instituto Plínio Corrêa de Oliveira(IPCO),nesta tao nobre causa,uma vez que esta nefasta ideologia representa um câncer que vai corroer todas as famí-lias cristãs.destruindo assim a sociedade enquanto tal.Um apelo urgente as autoridades Eclesiásticas,saem do silêncio,quem CALA CONSENTE.

     
  3. Parabéns aos caravanistas do IPCO que não fogem à luta! Mas olha que a TV Brasil (como apareceu na foto) é capciosa e criminosa, viu, a emissora estatal aparelhada ideologicamente pelo PT, cujos telejornais promovem o ativismo da agenda “progressista” e são parciais com os escândalos de corrupção dos apaniguados — quando às vezes nem são noticiados a fundo. São porta-vozes da estrema-esquerda. Eles são tão aparelhados ideologicamente que quando houve a grotesca marcha das vadias uma repórter dessa emissora — e eles não deixariam de dar enfoque a essa nulidade — perguntou a uma garotinha que acompanhava a mãe — vê se pode? — qual era a importância daquela manifestação. É repugnante o que essa emissora promove (gramscismo puro)! Então é capaz eles pintarem o protesto do IPCO de maneira insinuosa como malvado e com aqueles chavões esquerdistas de sempre.

     
  4. A Ideologia do Gênero virou uma quase obsessão para a “intelectualha engajada”, havendo na USP, curso de Mestrado sobre tal assunto, em que se cultuam os ícones de talaberração.

     
  5. Perdendo de um lado, logo dão um jeito de articular-se de outra maneira.
    O que importa a eles é senão ter garantido o “direito” de ensinar gênero nas escolas, ao menos um respaldo de certa intelectualidade. Essa legitimidade que buscam, se a natureza não dá, procuram noutras instâncias.
    Nós, daqui do outro lado, continuamos defendendo nosso direito de nos guiar também pela lei natural.
    É bom sabermos que temos uma força como o Instituto Plinio Corrêa de Oliveira nesta luta.

     
  6. Parabéns. É de jovens assim que o mundo está precisando.
    Podem contar com o meu apoio.
    Estou sempre ajudando no que me é possível.
    Que Nossa Senhora lhe dê forças para continuarem firmes.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here