Poucos meses após conseguirem a vitória nas urnas, os socialistas franceses se reúnem em Toulouse para lamentar a “direitização” da França. Veja abaixo como o mesmo fenômeno acontece no Brasil

Por ocasião de recente congresso do Partido Socialista francês, realizado em Toulouse, o prestigioso jornal parisiense « Le Figaro » publicou em 26 de outubro diversas entrevistas com participantes. É impressionante o teor das respostas!

Apesar de estarem atualmente no poder, com o presidente François Hollande e sua equipe, os membros do Partido Socialista mostram-se apavorados com o que chamam “direitização” dos eleitores.

É prova eloqüente de que não basta a um partido socialista ou comunista ganhar o poder, por meio destas ou daquelas artimanhas eleitorais. É só o governo começar a aplicar medidas de tipo comunista ou socialista, que os eleitores, na França como aliás no Brasil, começam a ficar avessos àqueles mesmos que elegeram.

Transcrevo alguns trechosde “Le Figaro”. Os negritos são meus.

*                                 *                                 *

Alerta vermelho: como explicar a degringolada do executivo nas sondagens, cinco meses apenas depois de sua chegada ao poder? Ao PS, a questão atormenta. O líder dos senadores socialistas e prefeito de Dijon, François Rebsamen,  levantou o tema com François Hollande [presidente recém eleito]. Os dois homens participam a mesma constatação: a sociedade francesa se direitiza, o que complica singularmente a tarefa dos socialistas”.

“A direitização da sociedade é um fenômeno muito profundo, decuplicado pela crise econômica, analisa o prefeito de Dijon. Os diques caem uns após os outros. A direita se desloca para a extrema direita, e a esquerda nem sempre é suficientemente forte para resistir”.

“Tal constatação é participada por muitos dentro do PS: ‘Não houve crescimento da esquerda [nas eleições]. Se nós ganhamos foi graça ao ‘antisarkozysme’ [rejeição ao ex-presidente Sarkozy], observou um alto dirigente do partido (…) a França francamente não caminha para a esquerda!

“Somos numerosos [no PS] a ter consciência de que o fundo doutrinário procedente dos anos 70, o liberalismo cultural, não está mais em sintonia com as aspirações da sociedade, inclusive de nosso eleitorado.”

“Nós estamos nos colocando limites para estar em sintonia com o clima atual e reconquistar o eleitorado popular, acrescenta Rebsamen. Cuidado para não abaixar a cabeça diante da direitização. É duro ter que tornar a subir a ladeira”.

Para François Rebsamen, o PS deve lançar-se com urgência num trabalho de reconquista ideológica (…) Precisamos liderar a batalha ideológica, caso contrário a perderemos”.

Para Laurent Baumel, deputado socialista e secretário nacional adjunto do PS para a Europa e as relações internacionais, “hoje, a prioridade é sobretudo ganhar a confiança das camadas populares nos campos econômico e social”.

*                                 *                                 *

No Brasil, observadores sagazes têm notado algo muito parecido. Há um descompasso entre os políticos e a massa da população, esta muito mais conservadora do que aqueles.

Em seu livro “Projeto de Constituição angustia o País”, Plinio Corrêa de Oliveira analisa exaustivamente essa situação. Fica aqui nosso convite ao leitor para que o leia. Pode ser encontrado na Internet, no site www.pliniocorreadeoliveira.info.

6 COMENTÁRIOS

  1. Informação muito preciosa, e pelo que se pode constatar, nos é omitida pela mídia. As manifestações da direita estão cada vez mais evidentes,os auditórios repletos nas Conferências promovidas pelo IPCO são exemplos disso, entre outros.
    Mas, como tudo o vem da França, tem uma excelência própria da França.
    Agradeço a postagem do Autor, a quem fico grato.

  2. O vício inerente ao capitalismo é a distribuição desigual das riquezas; o do socialismo é a distribuição por igual das misérias”. WINSTON CHURCHILL

  3. Mutatis mutandis, do mesmo modo como a ascensão do Partido Socialista na França decorreu da rejeição do eleitorado a Sarkozy, a vitória do PT em São Paulo se deveu à rejeição de José Serra, não tendo de nenhum modo significado uma adesão do eleitorado ao PT. Basta ver a sova que este levou no Norte e no Nordeste, regiões especialmente favorecidas pelos seus programas assistenciais em troca de voto.

  4. Cabe a nós cristãos, informarmos a parcela da sociedade mais desprotegida e carente de entendimento, sobre as reais INTENÇÕES PERVERSAS da esquerda brasileira! Assim poderemos reverter esse quadro medonho que se desenha e se concreta dia a dia, principalmente com leis nefandas vindas do nosso parlamento, quase que todo já “comprado” e cooptado pelo executivo federal, sabidamente anticristão!
    Graças a Deus, muita gente tem sido alertada por ativistas cristãos, que Deus levantou para esse tempo, e o IPCO é um dos principais, inclusive digno do ódio desses socialistas/comunistas anticristãos! Isso prova que estão no caminho certo.
    – Que DEUS continue lhes dando força para combaterem o bom combate da Verdade!

  5. AS VERDADEIRAS MUDANÇAS SÃO FEITAS PELO LIVRE ARBÍTRIO, PELA CONVERSÃO, E PELA ACEITAÇÃO DE QUE SOMOS BARRO, POIS SOMENTE ASSIM DEUS PODE NOS INSPIRAR A GRANDES FEITOS, O RESTO É HUMANO, AS LEIS SÃO FEITAS SEMPRE PARA BENEFICIAR OS PRINCIPAIS ARTICULADORES DE TODA ESTA BAGUNÇA DE ORDEM SOCIAL E ECONÔMICA QUE PODEMOS VER HOJE NO MUNDO. MAS ESTA UTOPIA SÓ SERÁ POSSÍVEL QUANDO TODOS USAREM SEUS OLHOS PARA VEREM E OUVIDOS PARA OUVIR, POIS QUEM MANDA HOJE EM NOSSA SOCIEDADE E GOVERNOS, USAM SAIAS COM ESQUADRO E COMPASSO, E SEU deus NÃO É O DEUS DAS MISERICÓRDIAS E NEM PODE PERDOAR. ASSIM O SONHO SE CONCRETIZARÁ SOMENTE COM O TRIUNFO DA IGREJA E DO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA, MAS NESTE DIA O ORGULHO E A VAIDADE JA NÃO FARÃO PARTE DO NOSSO VOCABULÁRIO

  6. Acho que essa situação política está acontecendo no Brasil. O PT se afirmou em na prefeitura de São Paulo, mas será que consiguirá fazer o que Hadad disse logo no seu discurso: igualdade de renda. Ou acabar com o rico?

Deixe uma resposta