“WASHINGTON, DC, 29 de junho de 2020 (LifeSiteNews) – A Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu revogar uma lei da Louisiana que exige precauções médicas básicas em caso de complicações do aborto, com o juiz John Roberts revertendo sua própria decisão anterior de defender uma lei semelhante do Texas.

“Os advogados da indústria do aborto argumentaram que a lei não é diferente da lei do Texas que a Suprema Corte derrubou em Whole Woman’s Health v. Hellerstedt, em 2016.

“Os pró-lifers (pró Vida) argumentaram que Hellerstedt não apenas foi erroneamente decidido, mas também que a situação da Louisiana é diferente da do Texas, incluindo que a maioria dos hospitais da Louisiana não tem o requisito do Texas de que os médicos devam ver um número mínimo de pacientes por ano para se qualificarem para a admissão privilégios.”

***

O principal, lembramos, é o Mandamento da Lei de Deus: Não matarás! A Santa Igreja define o aborto como um pecado gravíssimo.

Ademais, acrescentamos, onde fica o Primeiro Mandamento: Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a mim mesmo! Fazendo abortos, se ama o próximo e a Deus?

Em boa hora a Suprema Corte americana vai reparando os seus erros no passado. Que sirva de incentivo ao nosso Brasil em que a população elegeu um novo governo favorável aos Valores Morais.

Fonte: https://www.lifesitenews.com/news/supreme-court-strikes-down-louisiana-abortion-regulations

 

Deixe uma resposta