Os números são eloquentes, mas o governo PT, assim como muitos candidatos petistas, insistem em fingir de surdo. O governo sabe, mas finge não perceber o óbvio: que a maioria dos brasileiros é contrária ao aborto, contrária ao “casamento” homossexual e contrária à legalização da maconha. É o que constatou recente pesquisa realizada pelo Instituto Ibope e divulgada no dia 4 último.

Só lamento que as cifras relativas às pessoas contrárias a práticas tão antinaturais — práticas tão opostas às Leis de Deus — não sejam ainda mais elevadas, mas, em qualquer caso, a maior parte é contra.

Eis um excerto da notícia publicada no “O Estado de S. Paulo” no dia 4 último:

IBOPE: QUASE 80% SÃO CONTRA LEGALIZAR MACONHA E ABORTO

Daniel Bramatti e José Roberto Toledo

A pesquisa Ibope/Estado/TV Globo revela que 79% dos eleitores brasileiros são contra a descriminalização da maconha, e apenas 17% a favor. Um placar semelhante envolve a questão do aborto: 79% são contrários à legalização e 16% favoráveis. A maioria — ainda que por margem não tão larga — também rejeita o casamento homossexual: 53% a 40%.