“Não se trata de educação, é de depravação sexual!”

O padre polonês Dariusz Oko, um crítico franco da agenda LGBT, disse: “Não se trata de educação, é de depravação sexual!” “É importante lembrar que os promotores da “sexta feira rainbow” são como comunistas, e é por isso que eles usam as mesmas mentiras e manipulações. Seu principal objetivo é a depravação de crianças”.

Durante uma entrevista em julho com a estação de rádio polonesa Radio Maryja, ele disse: “As mesmas pessoas que anunciaram o comunismo ontem pregam hoje o gênero”, acrescentando: “As mesmas pessoas (ou seus filhos físicos ou espirituais), que proclamavam os louvores do stalinismo e seus crimes comunistas, agora estão pregando o gênero e aplicando métodos semelhantes “. Ele definiu ideologia de gênero como “uma mutação do comunismo”.

       Uma revolução comunista completa não pode ser realizada sem uma revolução sexual

No mesmo sentido, um ativista pró ideologia de gênero,  Wilhelm Reich, argumentou que uma revolução comunista completa não pode ser realizada sem uma revolução sexual.

Prossegue o Pe. Dariusz Oko: “Mas quando o comunismo foi desonrado por seus crimes e desastres econômicos, precisou de uma ideologia diferente, e essa ideologia é o gênero. Esta é a principal ideologia dos ateus hoje.

Ao fomentar a luta entre mulheres e homens, através da suposta libertação de minorias sexuais, eles desejam alcançar o poder pleno. “Como ateus de Moscou tentaram nos impor o comunismo”, continuou Oko, “ateus de Bruxelas (Parlamento Europeu) tentam impor o gênero”.  Oko também observou que marchas promovendo a ideologia de gênero e o comunismo eram “frequentemente organizadas pelas mesmas pessoas”.

 Também o Arcebispo Marek Jędraszewski condena a agenda lgbt

Pe. Oko certamente não é o único clérigo polonês a observar a conexão entre as táticas dos defensores LGBT e as táticas dos comunistas.

O arcebispo Marek Jędraszewski, de Cracóvia, Polônia, descreveu o famoso “ataque” LGBT como “um cerco” — uma vez afetada pela “praga vermelha” do comunismo soviético, a Polônia agora está afetada pela praga “arco-íris” da ideologia LGBT, que nega a dignidade humana e visa controlar as almas, corações e mentes do povo polonês. (foto)

* * *

        Para nós, católicos, é reconfortante ver sacerdotes ou bispos reafirmarem a doutrina da Igreja contrária à agenda homossexual e à ideologia de gênero.

Nosso site já publicou as declarações do Cardeal de Praga que considera a ideologia homossexual satânica e ateia.  https://ipco.org.br/cardeal-de-praga-considera-a-ideologia-homossexual-satanica-e-ateia/

Fonte: https://www.churchmilitant.com/news/article/priest-speaks-out-against-rainbow-fridays-in-polish-schools

Deixe uma resposta